Comportamento

Você confia no seu par?

thinkstock
imagem: thinkstock

Por mais próxima que seja a convivência, é impossível (e nada saudável) controlar todos os passos do outro. É preciso confiar. Você consegue? Tire a prova fazendo este teste, elaborado com a consultoria da psicóloga Marina Vasconcellos, terapeuta familiar e de casal pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo).

  1. 610

    Seu amor chega em casa de madrugada, depois de uma festa da empresa. Qual é a sua primeira pergunta?

    thinkstock
  2. 810

    Você comenta sobre um restaurante e ele diz que já esteve lá. O que responde?

    thinkstock
  • thinkstock
    [[pts]] de 90 pontos

    Confia de olhos fechados

    Você nunca desconfia da pessoa que ama e tem a certeza de que, estando perto ou longe, ela jamais fará algo que te decepcione. A desconfiança traz muita tensão e desarmonia para uma relação, por isso, você tem muito o que comemorar por ser assim. Mas atenção para não cair no erro de pensar que nada de ruim pode acontecer entre vocês e descuidar da relação, que precisa ser alimentada diariamente.

  • thinkstock
    [[pts]] de 90 pontos

    Confia

    Você sabe muito bem que a confiança é um dos pilares de uma relação e, por isso, faz questão de manter um relacionamento sincero e transparente, para que as incertezas passem longe. Não é que você não tenha ciúme ou certa curiosidade para saber como o outro age quando não estão juntos. Porém, você consegue controlar esses sentimentos, de modo que não interfiram no relacionamento.

  • thinkstock
    [[pts]] de 90 pontos

    Confia com um pé atrás

    Você sempre acha que algo não vai bem na relação. E até é verdade que alguns sinais indicam problemas no namoro ou casamento, mas isso não significa que você precise estar sempre em busca desses símbolos. Lembre-se: uma relação só é saudável quando ambos têm direito à individualidade. Tente relaxar e verá que o relacionamento se tornará mais leve.

  • thinkstock
    [[pts]] de 90 pontos

    Não confia

    Você é a desconfiança em pessoa. Está sempre questionando o seu par e interpretando de maneira errada fatos corriqueiros, o que inevitavelmente resulta em brigas. Se a pessoa com quem você se relaciona nunca lhe deu motivos para desconfiar, essa paranoia pode indicar autoestima baixa. Ou seja, você não se sente interessante o suficiente. Pense melhor sobre o assunto, converse com um amigo e, se achar necessário, considere fazer psicoterapia.

Topo