Relacionamento

O que você procura em um relacionamento?

Getty Images
imagem: Getty Images

Você busca um relacionamento sério ou está interessado apenas em curtir? Reflita sobre isso fazendo o teste elaborado com a consultoria da psicóloga Marina Vasconcellos, professora de Psicologia Médica na Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo).

  1. 910

    Você sai com uma pessoa e depois descobre que ela já tem compromisso. Como se sente?

    Getty Images
  • Getty Images

    Uma relação séria, como o casamento

    "Quem quer um relacionamento desse tipo não fica com receio de incluir o par no seu círculo de amigos, na família e nos planos que tem para o futuro", afirma a psicóloga Marina Vasconcellos. E é assim que você age. Em seus relacionamentos, comporta-se com transparência e busca estabelecer vínculos duradouros com diálogo, honestidade e parceria. Segundo a psicóloga, você está pronto para o casamento. Só é preciso tomar um pouco de cuidado com a sua ansiedade. Observe se a pessoa com quem se relaciona tem as mesmas intenções. Se for assim, a ida para o altar é só questão de tempo.

  • Getty Images

    Uma paixão atrás da outra

    Tudo é intenso para você, que tende a se envolver rapidamente. Porém, quando o relacionamento entra na rotina, o encanto se quebra. "Nenhum relacionamento suporta uma paixão indefinida. Ou se transforma em amor ou acaba", afirma a psicóloga Marina Vasconcellos. E se você continuar nesse ritmo, poderá ter dificuldade de se manter em uma relação duradoura. O primeiro passo para mudar é encontrar o motivo dessa sua dificuldade em se vincular mais profundamente. "Talvez deva se perguntar: 'o que falta em mim que busco no outro?'", diz a psicóloga.

  • Getty Images

    Muita diversão e pouco compromisso

    No momento, você não quer ter nada sério com ninguém, não é? Evita pensar no futuro, odeia conversas sérias e, às vezes, some sem deixar vestígios. E não há problema algum em agir dessa maneira se, de fato, você não está criando nenhuma expectativa em relação ao seus relacionamentos e também se deixa claro ao parceiro quais são as suas intenções. "Se você só quer curtir e está feliz assim, tudo bem. O que não vale é pular de galho em galho em busca de algo que ainda não conseguiu identificar e, depois, descobrir que está infeliz", diz a psicóloga Marina Vasconcellos.

  • Getty Images

    Não espera nada

    Solteiros por convicção são minoria, diz a psicóloga Marina Vasconcellos. Mais comum é encontrar pessoas que se mantêm sozinhas porque não conseguem se entregar ao amor. E talvez você esteja nesse grupo. Muitos motivos podem estar atrás dessa dificuldade: um trauma na infância, uma decepção amorosa, um perfil exigente demais ou até mesmo a resistência em abrir mão de convicções arraigadas. "Investir em uma relação não é fácil. Implica respeito pelas diferenças, flexibilidade, capacidade de doação, tempo e energia", diz a psicóloga. Mas compensa.

Topo