Comportamento

Você fala demais sobre a sua vida amorosa?

Getty Images
imagem: Getty Images

Dividir experiências e pedir conselhos tem um lado positivo, mas contar tudo o que acontece em sua intimidade pode expor você e o parceiro. Descubra se está respeitando os limites do bom senso realizando o teste elaborado com a consultoria da psicóloga Sylvia van Enck Meira, especializada em terapia de família e casal pela PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo).

  • Getty Images

    Sim, seu romance é um livro aberto

    Você fala demais sobre a sua vida pessoal. Quando está solteiro e também quando está em um relacionamento sério. E sem poupar nenhum tipo de detalhe. Por isso, para muitos amigos, é mais divertido acompanhar a sua vida amorosa do que a novela. Mas saiba que esse tipo de comportamento pode lhe trazer problemas, já que quando está numa relação e conta as suas intimidades para os outros, você não só se expõe, como expõe o seu parceiro. Conversar é ótimo para trocar experiências, mas pense sempre em como o seu par se sentiria, ao saber que determinadas vivências dele estão sendo levadas a público. Esse momento de reflexão pode ajudar você a encontrar um ponto de equilíbrio.

  • Getty Images

    Sim, e só coisas ruins

    Você gosta de falar da sua vida amorosa mas, sem perceber, acaba dando ênfase às dificuldades e aos problemas que enfrenta com o par. Por isso, quem não o conhece mais a fundo, chega facilmente à conclusão de que você vive em um relacionamento infeliz. Pode ser que essa percepção realmente corresponda à realidade e, se for assim, é hora de agir para mudar. Mesmo que a mudança implique em pensar o fim do romance atual. Outra possibilidade é estudar a si mesmo: será que você não está enxergando só o lado ruim da relação e, pior, tirando proveito da posição de vítima? Vale a pena refletir com atenção sobre todos esses pontos antes de abrir sua intimidade para os outros.

  • Getty Images

    Não, você se preserva

    Você sabe que conversar com as pessoas de sua confiança é importante para trocar experiências e até para refletir sobre as próprias opiniões de maneira mais crítica, contando com referenciais externos. No entanto, também não abre mão de preservar a sua intimidade. Por isso, alguns acontecimentos da vida a dois não são passados adiante. Da mesma forma, você não sai criticando o par por aí a cada vez que discutem. O que é ótimo e demonstra maturidade emocional. Continue assim e vai evitar muitos problemas com os amigos e até mesmo com o par.

  • Getty Images

    Não, você prefere se fechar

    Você não fala absolutamente nada sobre os seus relacionamentos, nem mesmo para os amigos mais íntimos. Tem horror das pessoas que contam todas as intimidades da vida a dois, sem o menor pudor. E é claro que tem todo o direito de pensar assim. Porém, vale a pena ponderar: será que conversar com as pessoas de sua confiança, pelo menos nos momentos mais críticos, não o ajudaria a encontrar mais facilmente uma saída para os impasses da relação? Desabafar também pode ser muito bom, mesmo que você não precise ouvir opiniões externas. Basta que você se abra preservando os detalhes que julgar conveniente.

Topo