Comportamento

Você é bom ouvinte?

{height=500, width=956, crops=80x80;100x70;128x96;142x100;142x200;300x100;300x200;300x300;300x420;300x500;615x300;564x430;615x470;956x500;1024x768;1886x1592, src=http://imguol.com/c/entretenimento/2014/08/01/voce-e-bom-ouvinte-1406919199370_956x500.jpg, type=}
imagem: {height=500, width=956, crops=80x80;100x70;128x96;142x100;142x200;300x100;300x200;300x300;300x420;300x500;615x300;564x430;615x470;956x500;1024x768;1886x1592, src=http://imguol.com/c/entretenimento/2014/08/01/voce-e-bom-ouvinte-1406919199370_956x500.jpg, type=}

Ouvir é uma arte que nem todos dominam. Faça uma autoavaliação, com a ajuda desse teste elaborado com a consultoria da psicóloga Viviane Sampaio, especialista em Terapias Cognitivas pela Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo).

  1. 710

    Um amigo está falando há algum tempo. Quando ele pergunta: 'Você está entendendo?', o que responde?

    Getty Images
  • Getty Images

    Ótimo ouvinte

    "A comunicação é uma arte. A probabilidade de falhar é maior do que de acertar", diz a psicóloga Viviane Sampaio. Mas você tem tido vitórias nesse quesito. Manifesta real interesse por aquilo que os outros falam e sabe interpretar corretamente o que pretendem transmitir. Por isso, você emite confiança e é um ótimo interlocutor para trocar ideias e para acolher pessoas com problemas. Nem se preocupe muito em dar conselhos; muitas vezes, ouvir as pessoas é o melhor que você pode fazer por elas.

  • Getty Images

    Você só ouve o que quer

    Você custa a se concentrar no que os outros dizem. E isso pode acontecer porque tende a ouvir mais a si mesmo do que ao outro, ou seja, vive buscando a confirmação de suas ideias e desejos. Mas essa tendência pode prejudicar a comunicação; você pode interpretar o que ouve segundo os seus próprios interesses. "É importante buscar fatos e dados da realidade antes de se chegar a uma conclusão", diz a psicóloga Viviane Sampaio.Tente, ao longo da conversa, fazer um breve resumo do que ouve, repetindo ao interlocutor os principais detalhes, para confirmar se entendeu corretamente.

  • Getty Images

    Você acha que não precisa ouvir

    Sua capacidade de ouvir precisa ser melhorada. Você parece ter o hábito de supor que já sabe o que o outro vai dizer, e isso prejudica a qualidade de sua comunicação. Por conta disso, você costuma interromper o interlocutor no meio da frase, o que pode gerar desentendimentos. "Esse risco aumenta quanto maior o grau de intimidade que se tem com a pessoa", diz a psicóloga Viviane Sampaio. Por isso, você deve se dedicar especialmente a ouvir as pessoas mais próximas, como o cônjuge, pais e filhos.

  • Getty Images

    Você tem um bom ouvido de aluguel (mas não é bom ouvinte)

    Você se dispõe a ouvir qualquer pessoa, a qualquer momento, mesmo que esteja superocupado. E, talvez por isso, pensa que é bom ouvinte. A má notícia é que você está errado, segundo a psicóloga Viviane Sampaio. "O bom ouvinte tem que estar inteiro na conversa e essa atenção total nem sempre é possível". A boa notícia é que você tem tudo para ser, realmente, um bom ouvinte. Apenas aprenda a dizer não às vezes e até discordar do outro, se necessário.

Topo