Comportamento

Sexo casual combina com você?

Getty Images
imagem: Getty Images

Descubra como você encara o sexo casual realizando o teste elaborado com a consultoria de Roberto Mendes Guimarães, professor de psicologia da Unicentro (Universidade Estadual do Centro-Oeste).

  • Getty Images

    Sim, sem neuras

    Você valoriza o sexo e não abre mão do prazer. Sente-se mais à vontade para realizar suas fantasias em relações casuais. Também não se preocupa com o julgamento dos outros, pois acredita que as suas escolhas sexuais não devam ser submetidas ao aval de mais ninguém, a não ser você mesmo. "Quando suprir o próprio desejo em relações sem compromisso não causa mal às outras pessoas, não há problema em dar vazão a isso. O sexo casual é um direito de todos", afirma o psicólogo Roberto Mendes Guimarães.

  • Getty Images

    Não, gosta de unir afeto e prazer

    Você prefere os relacionamentos duradouros às aventuras amorosas. Sente-se mais à vontade para realizar suas fantasias sexuais com pessoas com quem já estabeleceu vínculos afetivos. Além disso, geralmente se satisfaz com um único parceiro e não fica reprimindo desejos por outras pessoas. Mas isso não significa que, com o tempo, você não possa mudar de ideia. "O sexo casual não tem idade, nem está ligado à maturidade. Na verdade, esse tipo de relação tem muito mais a ver com o momento de vida da pessoa e o desejo dela naquela fase", explica o psicólogo Roberto Mendes Guimarães.

  • Getty Images

    Não, sempre espera algo mais

    Você geralmente cede ao sexo casual por estar carente, mas nem sempre se satisfaz com o prazer que a relação proporciona. Geralmente, cria expectativas a respeito do par, mesmo se tiver acabado de conhecê-lo. Além disso, por conta dos valores aprendidos, você ainda avalia os encontros casuais como proibidos ou imorais. "Se a noite é agradável, mas a pessoa sempre se arrepende no dia seguinte, é preciso avaliar se a opção está valendo a pena", afirma o psicólogo Roberto Mendes Guimarães. Para ter o sexo casual como uma alternativa, o ideal é que ele proporcione prazer momentâneo, porém, sem provocar nenhum tipo de mal-estar depois.

  • Getty Images

    Sim, mas tem medo de ser julgado

    Você sente vontade de viver experiências casuais e até se arrisca de vez em quando. Mas, em geral, reprime seus desejos, com medo de ser julgado pelas outras pessoas. No entanto, embora o seu receio não seja totalmente infundado, já que ainda existe muito preconceito em nossa sociedade, vale pesar o quanto os seus valores são importantes e o quanto a opinião dos outros vai, de fato, impactar você. "A pessoa que entende o sexo casual como uma fonte de prazer, mas não dá vazão a isso, pode acabar extremamente frustrada", diz o psicólogo Roberto Mendes Guimarães.

Topo