Comportamento

Você se adaptaria ao home office?

Getty Images
imagem: Getty Images

O home office tem sido adotado por muitas empresas. Mas será que você está pronto para trabalhar em casa? Descubra, a partir do teste realizado com a colaboração de André Brik, autor do livro "Trabalho Portátil" (Editora AB).

  1. 1010

    Você é um selecionador e recebe um currículo de uma pessoa que trabalhou muito tempo em home office. O que pensa desse profissional?

    Gett Images
  • Getty Images

    Sim, está pronto para a mudança

    Você está preparado para a experiência de home office. Caso tenha a oportunidade, não pense duas vezes antes de expressar a seus superiores o desejo de trabalhar em casa. Se os seus resultados são bons agora, atuando sozinho você, provavelmente, continuará apresentando um bom desempenho. "Quando o profissional com esse perfil passa a atuar em home office, fica tão motivado pelos benefícios, como livrar-se do trânsito e acordar um pouco mais tarde, que se engaja ainda mais e até aumenta a produtividade", afirma André Brik, autor do livro "Trabalho Portátil" (Editora AB).

  • Getty Images

    Não, seu lugar é na empresa

    Sua presença no dia a dia corporativo ainda é necessária, para que não haja prejuízos à sua produtividade. Para trabalhar em casa, você precisaria desenvolver melhor a capacidade de autogestão, organizar melhor o tempo e criar sua própria rotina. Para André Brik, autor do livro "Trabalho Portátil" (Editora AB), é preciso, também, estar atento a algumas armadilhas, como a presença da família em casa e a televisão sempre disponível. "São desafios que nem todos conseguem administrar", relata.

  • Getty Images

    Não, deve ficar no meio-termo

    Apesar não ter dificuldade de se adaptar ao home office, você também precisa viver o dia a dia da empresa. No entanto, muitas delas já dão a liberdade para que os funcionários trabalhem alguns dias do mês em casa, de acordo com os resultados apresentados. "Não ter queda de produtividade, não receber críticas do gestor e não ter notícias ruins sobre as entregas são bons indícios de que a sua atuação está satisfazendo a empresa e os colegas de profissão", explica André Brik, autor do livro "Trabalho Portátil" (Editora AB).

  • Getty Images

    Sim, mas é bom ter cuidado

    Quando pensa em trabalho, é em casa que você se vê atuando. Para você, o home office é uma oportunidade de cuidar da sua vida profissional, sem deixar de lado o controle da vida doméstica. Apenas tome cuidado para não misturar essas duas dimensões e, sobretudo, para não ficar totalmente desconectado da empresa. Outra orientação do especialista é investir na sua capacitação profissional. "Trabalhando em casa, você tem a vantagem de otimizar o tempo. Sobram algumas horas para fazer bons cursos", diz André Brik, autor do livro "Trabalho Portátil" (Editora AB)

Topo