Comportamento

Sexo é essencial para você?

Getty Images
imagem: Getty Images

A importância que cada pessoa dá ao sexo depende de inúmeros aspectos. Saiba qual é o seu caso, a partir do teste elaborado com a consultoria da psicóloga e orientadora sexual Maria Cristina Romualdo, do Instituto Kaplan.

  • Getty Images

    Sim, você não vive sem sexo

    O par pode ser atraente, inteligente, apaixonado por você e bem-sucedido. Mas se não for bom de cama, nada feito. Afinal, sexo é essencial para você, que está sempre pronto para uma boa transa. E não há nada de errado em ser assim. O seu desafio é encontrar alguém com a mesma sintonia sexual e muita energia para buscar, incessantemente, novas fontes de prazer. Caso contrário, será difícil conquistar a satisfação em uma relação estável.

  • Getty Images

    Sexo é importante, mas não é tudo

    Você dá muita importância ao sexo em um relacionamento, mas também leva em conta a cumplicidade, a sintonia, a parceria e o amor. Mesmo depois de uma transa decepcionante, busca fazer a sua parte para aprimorar o sexo e só desiste se o outro realmente não der a mínima às suas investidas. Caso contrário, insiste. Isso demonstra maturidade, algo que facilitará os seus relacionamentos.

  • Getty Images

    Não mais

    Você já deu mais importância ao sexo, mas, hoje em dia, valoriza outros pontos no relacionamento e pode até deixar a transa em segundo plano. Os motivos para essa mudança podem ser vários: modificações no corpo, no modo de pensar ou até falta de identificação sexual com o parceiro atual. Mas você só precisa se preocupar com isso se estiver insatisfeito. Nesse caso, vale buscar recursos para aumentar a sua satisfação no sexo. E o acompanhamento de um especialista pode ajudar.

  • Getty Images

    Vive muito bem sem sexo

    Você não dá importância alguma ao sexo, pode viver muito bem sem transar. E isso não representa, necessariamente, um problema. Você pode ter um relacionamento muito feliz, mesmo sem transar, desde que encontre um par compatível. Porém, caso isso não aconteça, poderá haver desgaste, sofrimento e até o fim da relação. Se sentir necessidade de lidar com essa falta de interesse pelo sexo, aí, sim, vale a pena consultar um especialista.

Topo