Comportamento

Você é homofóbico?

Getty Images
imagem: Getty Images

A aversão à homossexualidade e o preconceito podem ser assumidos ou velados. Analise o que você sente a partir do teste elaborado com a consultoria de Elídio Almeida, psicólogo pela UFBA (Universidade Federal da Bahia).

  • Getty Images

    Homofóbico assumido

    Suas respostas demonstram preconceito e intolerância. Para você, todos os homossexuais são promíscuos. Porém, já parou para se perguntar por que a homossexualidade o incomoda tanto? Para o psicólogo Elídio Almeida, a homofobia tanto pode ser a reprodução de um comportamento praticado pela sociedade (que ainda resiste em aceitar as diferenças) quanto uma questão de identidade. "A maioria das pessoas conhece pouco sobre a sua própria sexualidade e a dos outros. E tudo aquilo que é desconhecido gera medo". Pense nisso.

  • Getty Images

    É homofóbico, mas evita se expor

  • Getty Images

    É homofóbico, mas não sabe

    Você tem amigos gays e afirma não ter o menor preconceito, mas acaba deixando escapar comentários e atitudes preconceituosas (que, provavelmente, você nem percebe). Talvez até lamente que esses amigos tenham esse "problema". Procure compreender que a homossexualidade não é doença, nem escolha, mas reflexo da riqueza da diversidade humana. "Precisamos quebrar correntes, cadeados e regras que só limitam a vida das pessoas e trazem sofrimento", diz o psicólogo Elídio Almeida.

  • Getty Images

    Você não é homofóbico

    Você respeita e valoriza a diversidade sexual. Rejeita veementemente a homofobia e faz a sua parte para que haja uma convivência harmoniosa entre as pessoas. Parabéns! Mais do que a sociedade, é você mesmo quem mais tem a ganhar com essa atitude esclarecida e inclusiva. Afinal, como diz o psicólogo Elídio Almeida, "independentemente de a questão versar sobre sexualidade ou não, sem traumas, medos e fobias, as pessoas sempre vivem mais felizes".

Topo