Comportamento

Você está preparado para ser promovido?

Getty Images
imagem: Getty Images

Faça o teste elaborado com a consultoria da coach Maíra Habimorad, sócia da consultoria de RH Cia de Talentos, e do especialista em RH Ruy Shiozawa, diretor de relações empresariais da ABRH (Associação Brasileira de Recursos Humanos).

  • Getty Images

    Sim, é um profissional assertivo e competente

    Você não trabalha pensando apenas no presente, mas no que almeja para o futuro. Por isso, empenha-se em superar as expectativas. Segundo a coach Maíra Habimorad, sua atitude indica preparo para assumir novas tarefas e ascender profissionalmente. "O melhor jeito de chamar atenção na empresa de forma positiva é tendo resultados excepcionais", afirma a especialista.

  • Getty Images

    Está no caminho, mas pode melhorar

    Você está sempre a postos para o trabalho, tem um bom relacionamento com os seus pares e procura estar atualizado. Mas não sabe ao certo o que deseja para o seu futuro profissional, o que pode atrapalhar a ascensão na carreira. "Como alguém pode decidir se uma nova proposta é boa, se não tem uma ideia clara de para onde quer ir?", questiona Ruy Shiozawa, especialista em recursos humanos.

  • Getty Images

    Não está preparado

    Para você, o que importa é o valor que entra na sua conta corrente no final do mês. Por isso, procura destacar-se dentro da empresa para garantir um bom salário, nem que para isso precise lançar mão de atitudes pouco éticas. De acordo com Ruy Shiozawa, especialista em recursos humanos, esse perfil pode atrapalhar sua promoção e sua carreira. "Ética, espírito de equipe e respeito são características muito valorizadas em um profissional", afirma ele.

  • Getty Images

    Não, pois está satisfeito com o cargo atual

    Você está contente com a sua atual posição e não vislumbra novos voos. Suas respostas indicam que se sente seguro em fazer seu trabalho e quer, por enquanto, apenas manter o seu sustento. Mas, de acordo com a coach Maíra Habimorad, esse comportamento é preocupante. "No atual cenário, em que as empresas precisam se reinventar a cada dia, quem não procura se superar é facilmente considerado desnecessário", declara.

Topo