Comportamento

Você manda bem no sexo oral?

Descubra, fazendo este teste elaborado com a consultoria da professora de artes sensuais Regina Racco, autora do livro "Pirulito e Outras Delícias: Sexo para Mestres na Arte da Sedução" (Editora R. Racco).

  1. 210

    É melhor receber ou fazer sexo oral?

    Getty Images
  • Getty Images

    Você manda muito bem no sexo oral

    Suas respostas indicam que você é muito bom no sexo oral e isso se deve, principalmente, ao fato de você gostar de estimular o outro com a boca. Você tem prazer em dar prazer. Para garantir que está no caminho certo, você pede as coordenadas sobre as zonas erógenas, mas, também, age instintivamente, para surpreender. Com tanta dedicação, não há como desagradar.

  • Getty Images

    Manda bem no sexo oral, mas pode melhorar

    Você está no caminho certo para se tornar especialista em sexo oral, mas ainda precisa ter mais confiança. Muitas vezes, você se prende ao que o outro diz que é bom ou ruim. Deixar-se guiar pelo par é importante para garantir que está no caminho certo, mas você também pode agir com mais espontaneidade. Até porque o sexo é mais divertido quando ambos conseguem se soltar.

  • Getty Images

    Não se sente totalmente à vontade

    Suas respostas indicam que você gostaria de agradar mais com o sexo oral, mas ainda não se sente confortável. Só que para ser bom nessa prática sexual é preciso gostar. Um truque útil no início é manter um copo de água por perto e molhar a boca entre um movimento e outro. Fora isso, também vale questionar como o par gosta de ser estimulado e pedir que ele o guie durante o ato. Mas é importante você saber que não tem obrigação nenhuma de fazer algo de que não gosta.

  • Getty Images

    Você não manda bem

    As respostas indicam que a sua pouca habilidade com o sexo oral é um reflexo da maneira como você enxerga a prática. Talvez você sinta nojo de estimular o outro com a boca ou simplesmente não goste; por isso, não se esforça. Se o par estiver de acordo com a sua preferência, é melhor mesmo que você evite o sexo oral. De nada adianta fazer algo com o qual se sente completamente desconfortável. Mas é importante você saber que ninguém tem obrigação de fazer algo de que não gosta.

Topo