Comportamento

Você conhece as regras do namoro no trabalho?

Getty Images
imagem: Getty Images

Manter uma relação amorosa com um colega requer bom senso. Avalie se você sabe separar a vida pessoal da profissional, a partir do teste elaborado com a colaboração de Audrey Ranger, diretora da Associação Brasileira de Recursos Humanos

  • Getty Images

    Sim, sabe separar a vida pessoal da profissional

    De acordo com Audrey Ranger, especialista em recursos humanos, levar problemas pessoais para o ambiente profissional pode interferir no desempenho do casal na empresa e até levar à demissão. Você tem consciência disso e separa bem as duas coisas, tomando todo cuidado para ser discreto quando está com o par. Continue assim e, provavelmente, verá sua carreira e vida amorosa decolarem juntas

  • Getty Images

    Conhece mas, às vezes, deixa o amor falar mais alto

    Você sabe que, dentro da empresa, deve tratar o parceiro como um colega, mas tem dificuldade de colocar isso em prática. Vale ficar atento e se esforçar para conhecer e levar à risca os procedimentos que a companhia impõe. "Não respeitar as regras com relação aos relacionamentos amorosos pode levar até mesmo ao desligamento do funcionário", diz Audrey Ranger, especialista em recursos humanos

  • Getty Images

    Não, age sem pensar nas consequências

    Você faz do ambiente de trabalho a extensão da sua casa e vive em clima de romance com o par. Se a empresa em que trabalha for flexível, isso não será um problema. Mas é recomendável certificar-se de que a sua conduta está adequada, junto aos canais de comunicação ou na área de recursos humanos da companhia. "Em linhas gerais, o casal deve ser discreto, evitar demonstrações de afeto em público e o uso de recursos internos para fins pessoais", afirrna Audrey Ranger, especialista em recursos humanos

  • Getty Images

    Sim e as segue à risca

    Você é extremamente profissional e focado. Por isso, não mistura, de forma alguma, os relacionamentos amorosos com a rotina de trabalho. Mas, de acordo com Audrey Ranger, especialista em recursos humanos, é possível encarar a situação com mais naturalidade. Até para não prejudicar o seu romance. "Tente lidar de forma transparente. Como passamos muito tempo dentro das empresas, na atualidade, os relacionamentos entre colegas são relativamente comuns", diz Audrey

Topo