Comportamento

Você sofre de recalque nas redes sociais?

Getty Images
imagem: Getty Images

Avalie o nível da sua inveja, respondendo ao teste elaborado com a consultoria da psicóloga Ana Paula Magosso Cavaggioni, pesquisadora do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo, e de Juliana Bonetti Simão, psicanalista pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo)

  • Getty Images

    Deixe de recalque

    Basta alguém publicar que está de viagem marcada para o exterior ou uma foto em um restaurante badalado para você começar a se retorcer de inveja em frente à tela do computador. Controle suas emoções! "Tenha em mente que os fatos que as pessoas expõem nas redes sociais nem sempre condizem com a realidade", declara a psicóloga Ana Paula Magosso Cavaggioni.Ter consciência do que está sentindo é o primeiro passo para superar o sentimento e reconhecer o seu próprio valor

  • Getty Images

    Não sabe o que é recalque

    Na mesma medida em que é reservado, você evita saber sobre a vida alheia. Por isso, quase não acessa os seus perfis nas redes sociais, de modo que não é vítima desse sentimento na web. Mas isso não significa que você não possa sentir inveja em outras situações. Afinal, você é um ser humano! "A inveja faz parte da vida e da natureza humana. Enquanto a pessoa consegue manter esse sentimento sob controle e a autoestima elevada, tudo bem", diz a psicóloga Ana Paula Magosso Cavaggioni

  • Getty Images

    O recalque passa longe

    Você sabe que a realidade das redes sociais deve ser analisada com cautela, pois as aparências enganam. "Quem acredita facilmente no que vê é facilmente manipulado", diz a psicanalista Juliana Bonetti Simão. Consciente disso, você não se deixa levar pela primeira impressão e tampouco se abala com o que as pessoas publicam nas redes sociais. Prefere gastar o seu tempo investindo em você e em meios de alcançar a sua felicidade. Continue assim!

  • Getty Images

    Deseja vida longa aos inimigos

    Vira e mexe você imagina como seria agradável estar no lugar daquele amigo que acabou de contar nas redes sociais que foi promovido ou que publicou uma foto que rendeu muitos elogios. E isso não é necessariamente um problema. "Quando a inveja é derivada da admiração e não provoca em quem a sente a vontade de destruir o outro, ela é saudável e faz parte da natureza humana", afirma a psicóloga Juliana Bonetti Simão

Topo