Comportamento

Você sofre assédio moral no trabalho?

Getty Images
imagem: Getty Images

Descubra, respondendo ao teste elaborado com a colaboração de Wolnei Ferreira, diretor jurídico da Associação Brasileira de Recursos Humanos, e Sylvia Ignácio, coordenadora do Curso de Gestão de RH da Universidade Anhembi Morumbi, em São Paulo

  • Getty Images

    Sofre assédio descarado

    Suas respostas sugerem que você passa, frequentemente, por situações humilhantes e constrangedoras. Brincadeiras de mau gosto, autoritarismo e pressão demasiada já viraram rotina onde trabalha. Para driblar o problema, busque ajuda nos canais internos da empresa dedicados a esse tipo de denúncia, como recursos humanos, jurídico ou ainda na diretoria geral

  • Getty Images

    Sofre assédio velado

    Suas respostas sugerem que você aguenta calado muitos desaforos. Não é incomum ouvir piadas dos colegas pelos corredores ou ameaças discretas do seu gestor, quando você não atende às expectativas dele. Seja forte e encare a situação de frente. Leve esses acontecimentos ao conhecimento de seus superiores, que poderão punir os ofensores, caso o assédio persista

  • Getty Images

    Não, você é respeitado

    Suas respostas sugerem que você trabalha em um ambiente saudável, onde existe respeito entre subordinados e superiores. Mas ainda assim, fique atento ao comportamento de seus pares e busque formas de evitar o assédio moral, para garantir que o clima organizacional continue positivo. Nem sempre os envolvidos possuem consciência de que estão praticando assédio

  • Getty Images

    Não, você é insubordinado

    Suas respostas sugerem que você tem dificuldade para receber ordens e, por isso, costuma presumir que sofre assédio moral. Para diferenciar uma coisa da outra, tenha em mente que cobranças por resultados melhores são comuns, já ser humilhado ou constrangido, não. Nesse último caso, a atitude deve ser levada aos superiores, para que os ofensores sejam punidos

Topo