Comportamento

Você está pronto para ter um negócio com seu par?

Getty Images
imagem: Getty Images

A combinação amor e negócios nem sempre funciona. E com você? Avalie fazendo o teste elaborado com a colaboração de Alessandro Saade, professor da Business School São Paulo

  • Getty Images

    Sim, parceria a toda prova

    Suas respostas demonstram que você e o par têm dedicação, confiança mútua e o necessário diálogo para o estabelecimento de um negócio a dois. Continuem assim e, além de sucesso profissional, ainda terão um relacionamento mais forte. "É sempre difícil separar o trabalho da vida pessoal, mas é muito necessário. A crise é o momento de ficarem mais próximos, para que decisões difíceis, porém importantes, sejam tomadas em conjunto", afirma o professor Alessandro Saade

  • Getty Images

    Não, leva a empresa para dentro de casa

    Misturar assuntos profissionais com pessoais é um dos principais erros cometidos por casais que trabalham juntos. E, pelas suas respostas, essa é uma falha que você comete. "Estabeleça certos acordos, como momentos em que o trabalho pode ser discutido em casa. Mas o ideal é deixar o tema para o horário comercial. Da mesma forma, dividir as atribuições por competências é sempre muito bom", diz o professor Alessandro Saade

  • Getty Images

    Não, precisa arrumar o casamento primeiro

    Suas respostas sugerem que o relacionamento não anda lá muito sólido. É bom tomar cuidado, pois qualquer empreendimento exigirá muita sintonia do casal. "Quando a relação está abalada, ela influencia diretamente na performance profissional, seja de um apertador de parafusos ou um alto executivo. Se tem crises no relacionamento, busque solucionar o mais breve possível", declara o professor Alessandro Saade

  • Getty Images

    Nem com seu par nem com ninguém

    Suas respostas indicam que você não nasceu para ser empreendedor, sozinho ou acompanhado. Faltam-lhe iniciativa, energia e habilidade com as finanças. A boa notícia é que tudo isso pode ser aprendido. "Pode-se aprender a liderar, a negociar, a vender em cursos presenciais ou à distância, em workshops, livros ou vídeos. Outra possibilidade é atuar como funcionário em empresas do segmento no qual se pretende empreender", diz o professor Alessandro Saade

Topo