Comportamento

Você é fofoqueiro?

Getty Images
imagem: Getty Images

Descubra se você sente prazer em falar da vida alheia respondendo ao teste elaborado com a colaboração de Marcelo Quirino, psicólogo pela UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro)

  • Getty Images

    Sim, por curiosidade

    Suas respostas indicam que você adora ficar por dentro do que está acontecendo ao redor. Por isso, provavelmente, não é incomum encontrá-lo discutindo sobre a vida alheia. De acordo com o psicólogo Marcelo Quirino, fofocar é algo natural do ser humano. "O fofoqueiro gosta de ter novidades, está sempre observando tudo", diz. Mas fique atento, pois, mesmo que você não tenha intenção de prejudicar alguém, a fofoca pode ter efeitos negativos

  • Getty Images

    Sim, você gosta de intriga

    Você não pensa duas vezes antes de espalhar uma notícia, principalmente se for bombástica e tiver o poder de provocar um rebuliço. "É um prazer em falar da vida do outro que, geralmente, é motivado por inveja", afirma o psicólogo Marcelo Quirino. Vale lembrar que você pode ser o maior prejudicado na história, porque a sua imagem poderá ser prejudicada perante o grupo

  • Getty Images

    Não produz a fofoca, mas gosta de ouvir

    Suas respostas indicam que você não é de dar com a língua nos dentes, mas também não perde a oportunidade de ficar por dentro do que está acontecendo com as pessoas que conhece. Para o psicólogo Marcelo Quirino, isso não funciona como atenuante. "O fofoqueiro é quem participa da fofoca, seja reproduzindo ou ouvindo", afirma

  • Getty Images

    Não, você detesta fofoca

    Assim que avista uma rodinha de pessoas cochichando, você faz questão de passar longe, já que é completamente avesso a qualquer tipo de fofoca. "A pessoa discreta nem ouve a fofoca nem a alimenta", diz o psicólogo Marcelo Quirino. Apenas saiba que conversar sobre alguém sem fofocar é possível. Tente não ser tão radical, para não se isolar

Topo