Comportamento

Você tem mania de perseguição?

Getty Images
imagem: Getty Images

Descubra ao fazer o teste elaborado com a consultoria da psicóloga Maria Alice Fontes, doutora em saúde mental pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo)

  1. 310

    Você recebe uma ligação e percebe que a pessoa fica muda e desliga em seguida. O que pensa?

    Getty Images
  • Getty Images

    Tem mania de perseguição

    Em todo lugar que vai, você sente-se observado, excluído, criticado e motivo de piada. Suas respostas indicam que você leva tudo para o lado pessoal e tende a formular hipóteses negativas e distorcidas das situações. "Sentir desconfiança em algumas situações é natural, o problema é quando a pessoa passa a evitar locais ou grupos por razões descabidas", diz a psicóloga Maria Alice Fontes

  • Getty Images

    Tem um pé atrás

    Você não tem mania de perseguição, mas se preocupa muito com o que os outros vão pensar ou falar de você. Esse comportamento indica uma preocupação em ser aceito pelos outros, o que é natural, só não pode evoluir a ponto de prejudicar a sua percepção. "A mania de perseguição prejudica a vida social do indivíduo, que passa a se isolar", afirma a psicóloga Maria Alice Fontes

  • Getty Images

    Cuca fresca

    No geral, você tem um bom convívio com as pessoas ao seu redor e só se preocupa com o que os outros pensam sobre você quando acredita ter feito algo errado. "Importar-se demais com os outros ou não se importar são disfuncionais para o convívio em sociedade. A liberdade é alcançada com o equilíbrio", diz a psicóloga Maria Alice Fontes

  • Getty Images

    É alheio aos acontecimentos

    Ter mania de perseguição é um problema, mas não notar o ambiente ao redor também é preocupante. Suas respostas indicam que você vive alheio à realidade na maior parte do tempo. "Incapacidade de perceber ou se importar com as pessoas sugere a falta de habilidade de lidar com o outro ou até mesmo um transtorno antissocial", afirmaa psicóloga Maria Alice Fontes

Topo