Comportamento

Você é um acumulador?

Getty Images
imagem: Getty Images

Avalie se no seu comportamento está arraigada a dificuldade de se desfazer de objetos próprios respondendo ao teste elaborado com a colaboração de Marco Aurélio Mendes, psicólogo clínico pela UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) e professor do UCL (Centro Universitário Celso Lisboa)

  • Getty Images

    Você é acumulador

    Suas respostas sugerem que você guarda tudo, desde coisas quebradas até pertences que já não têm mais utilidade. De acordo com o psicólogo Marco Aurélio Mendes, esse hábito não é saudável porque os objetos podem atrapalhar a limpeza da casa e causar conflitos com os familiares. "Se os itens não são frequentemente usados, não há motivo para guardá-los", diz o especialista

  • Getty Images

    Guarda apenas o que é especial

    Suas respostas sugerem que você é apegado a itens com valor sentimental. Por isso, mesmo que não tenham serventia, prefere guardá-los. Segundo o psicólogo Marco Aurélio Mendes, isso não é um problema desde que não atrapalhe a sua rotina, nem das pessoas com quem mora. "Um objeto, muitas vezes, nos remete às lembranças de momentos preciosos", declara o especialista

  • Getty Images

    Guarda apenas o necessário

    Suas respostas sugerem que você armazena apenas pertences que estão em condições de uso e têm, de fato, utilidade para você. Além de documentos que podem ser úteis mais para frente. Seu comportamento é saudável, de acordo com o psicólogo Marco Aurélio Mendes. "Sem excessos, precisamos também nos prevenir contra possíveis adversidades", fala

  • Getty Images

    É desapegado

    Suas respostas sugerem que você é completamente desapegado dos seus bens materiais. E isso não é bom, porque você corre o risco de se desfazer de itens importantes, como documentos. "Quem vive só o presente e não pensa no que pode acontecer no futuro pode se prejudicar", declara o psicólogo Marco Aurélio Mendes

Topo