Comportamento

Que tipo de vizinho você é?

Descubra se o seu comportamento faz de você uma pessoa bem-quista pelos que moram ao seu redor. Consultoria | Marcio Rachkorsky e Cristiano Lopes, advogados e especialistas em condomínio

  • Getty Images

    Folgado

    Você às vezes faz barulho fora de hora e gosta de ter liberdade, mesmo nas áreas comuns. Em compensação, também não se importa quando um vizinho descumpre alguma regra e só reclama em último caso. "Vale lembrar que as regras que existem nos condomínios foram feitas para melhorar a convivência. Quem não as cumpre fica vulnerável a advertências ou multas", diz o advogado Marcio Rachkorsky

  • Getty Images

    Sonso

    Você exige que os demais sigam as regras condominiais à risca, mas nem sempre faz a sua parte. Reclama de qualquer incômodo, porém, quando é alvo de críticas, responde com ofensas e atitudes agressivas. "Em alguns casos, quando a adaptação à vida em condomínio é complicada demais, a sugestão é procurar uma casa", diz o advogado Cristiano Lopes

  • Getty Images

    Exemplar

    Você não só respeita o espaço dos outros, como tolera bem os que, de vez em quando, pecam pela falta de bom senso. Com isso, garante uma convivência harmônica com os demais. "É um bom vizinho aquele que assiste a sua TV em volume moderado, que preza pelo bom uso das áreas comuns e que consegue conter seu animal de estimação, por exemplo", diz o advogado Marcio Rachkorsky. E todas essas atitudes parecem compatíveis com o seu perfil

  • Getty Images

    Exigente

    Você se esforça e chega a abrir mão do conforto para não incomodar os demais. Mas espera que os outros façam o mesmo e não tolera qualquer quebra de regra. Por outro lado, recorre ao síndico para fazer valer seus direitos, em vez de arrumar confusão. "Fique atento para não reclamar daqueles que estão apenas fazendo uso do que lhes é devido. Além disso, antes de reclamar, procure verificar se o problema afeta apenas você ou se é generalizado", diz o advogado Cristiano Lopes

Topo