Comportamento

Como anda a sua libido?

Getty Images
imagem: Getty Images

Reflita sobre o assunto a partir do teste elaborado com a colaboração do psicoterapeuta sexual e de casais Oswaldo M. Rodrigues Jr., diretor do InPaSex (Instituto Paulista de Sexualidade)

  • Getty Images

    Muito alta

    Suas respostas indicam que, para você, o sexo é prazeroso e relaxante, além de trazer bem-estar. Por isso mesmo, o seu interesse pelo assunto está sempre em alta e o desejo, também. "Mesmo o excesso de desejo sexual não deve ser considerado um problema, exceto se isso impedir o enfrentamento de problemas do cotidiano. Também é importante refletir se a expressão do desejo sexual é feita considerando a vontade da outra pessoa envolvida", afirma o terapeuta sexual Oswaldo M. Rodrigues Jr.

  • Getty Images

    Alta, mas graças ao par

    Ao que tudo indica, você tem uma vida sexual satisfatória e está aberto para novas experiências. Porém, fica muito na dependência do par. Além disso, expõe pouco os seus desejos, dando prioridade ao prazer do outro. "É importante que o casal saiba comunicar-se de modo franco e assertivo. Depois de desenvolver essa comunicação, os parceiros poderão investir em novos comportamentos sexuais e explorar as várias formas de obtenção de prazer, para que as experiências sejam cada vez melhores", diz o terapeuta sexual Oswaldo M. Rodrigues Jr.

  • Getty Images

    Baixa, o sexo não é prioridade

    Suas respostas mostram que você simplesmente não enxerga o sexo como uma prioridade, uma fonte de prazer e bem-estar. Com isso, está afastando-se progressivamente de todas as expressões eróticas. "Não é possível culpar a rotina, ou qualquer outro fator externo, por problemas sexuais. A questão é como cada um administra seu dia a dia. É possível criar boas rotinas, em que o sexo está incluído e é considerado uma parte importante da convivência a dois", afirma o terapeuta sexual Oswaldo M. Rodrigues Jr.

  • Getty Images

    Muito baixa

    Aparentemente, sua libido está em baixa. A falta de desejo pode estar ligada a uma educação repressora, a um problema físico ou mesmo emocional. Porém, você pode estar simplesmente direcionando suas energias para outras fontes de prazer, como o trabalho ou a maternidade. "Muitas vezes, as questões relacionadas ao desejo sexual exigem adaptações, novos comportamentos e interações. E a psicoterapia é uma forma de acessar esses caminhos", diz o terapeuta sexual Oswaldo M. Rodrigues Jr.

Topo