Comportamento

Qual o seu grau de ansiedade?

Getty Images
imagem: Getty Images

Descubra em que medida a ansiedade faz parte da sua rotina com o teste elaborado com colaboração de Renata Yamasaki, psicóloga pela Universidade Presbiteriana Mackenzie

  • Getty Images

    Médio

    Você sofre por antecipação ao pensar no que ainda está por vir, o que pode gerar grande irritação e mal-humor. "A ansiedade é o sentimento típico de quem vive no futuro, preocupando-se com as coisas que ainda vão acontecer. Quando excessiva, afeta o cérebro e o corpo", afirma a psicóloga Renata Yamasaki

  • Getty Images

    Baixo

    Ao contrário de quem é muito ansioso, você não se preocupa com o amanhã. Prefere viver um dia de cada vez. Isso é bom, desde que não o torne uma pessoa acomodada e pouco cautelosa. "A ansiedade é uma emoção básica e normal do ser humano, útil para a sobrevivência e proteção do indivíduo, porque antecipa o perigo", diz a psicóloga Renata Yamasaki

  • Getty Images

    Equilibrado

    Suas respostas indicam que você só fica ansioso quando a situação é diferente do comum. Por exemplo, em uma entrevista de emprego ou encontro amoroso. "A ansiedade é um sentimento comum e frequente em todas as pessoas, mas na medida certa não deve prejudicar o indivíduo nem a sua qualidade de vida", afirma a psicóloga Renata Yamasaki

  • Getty Images

    Alto

    Seu nível de ansiedade está no limite, segundo suas respostas. Você provavelmente já tem sintomas relacionados a apreensão excessiva, como gastrite, taquicardia e mesmo depressão. Talvez seja a hora de procurar ajuda. "A ansiedade passa a ser reconhecida como patológica quando afeta o conforto emocional e o desempenho diário do indivíduo", diz a psicóloga Renata Yamasaki

Topo