Comportamento

Você sabe se adaptar às mudanças?

Thinkstock
imagem: Thinkstock

Lidar com o novo nem sempre é fácil. Descubra como você reage quando é preciso sair da zona de conforto, a partir do teste elaborado com a colaboração do psicólogo Roberto Debski, especializado em programação neurolinguística

  • Thinkstock

    Não sabe, você sofre

    Suas respostas indicam que você se sente muito incomodado diante de uma mudança. Por isso, faz questão de evitá-la, a qualquer custo. "A ideia de mudança desafia uma necessidade básica do ser humano, a de buscar a estabilidade. Sair da zona de conforto pode ser muito difícil para algumas pessoas", afirma o psicólogo Roberto Debski. Mas, segundo o especialista, é essencial aprender a lidar com isso. "Assim, haverá menos sofrimento diante da imprevisibilidade da vida", diz.

  • Thinkstock

    Nem sempre é fácil, mas você encara

    Muitas vezes, mudar é um processo doloroso, porque é preciso abrir mão de algo para abraçar o novo. Mas você tem consciência disso e parece lidar com a imprevisibilidade da vida de forma racional e equilibrada. E isso é uma qualidade e tanto. "Ser flexível gera novas experiências positivas e amplia o repertório de recursos emocionais que enriquecem nossa existência", diz o psicólogo Roberto Debski

  • Thinkstock

    Sabe lidar com mudanças planejadas

    Suas respostas indicam que você aprecia as mudanças, desde que elas sejam desejadas e principalmente planejadas. Por trás dessa postura, pode haver uma certa necessidade de controlar tudo ao redor. Fique atento, porque nem sempre é possível prever os acontecimentos. "Nas pessoas com esse perfil, quando a mudança vem como algo imposto ou inesperado, pode desencadear o medo e a incerteza, causando reações negativas", diz o psicólogo Roberto Debski

  • Thinkstock

    Você não sabe é ficar parado

    Já ouviu falar que algumas pessoas têm medo de mudar, enquanto outras temem que as coisas nunca mudem? Ao que parece, você faz parte desse segundo grupo. O que é ótimo, porque mudanças fazem parte da vida. Só tome cuidado para que o desejo de transformação não se torne uma válvula de escape. "Não ter nenhuma sensação de perda ou um mínimo grau de estresse diante de mudanças pode indicar dificuldade de criação de vínculos ou de socialização", diz o psicólogo Roberto Debski

Topo