Comportamento

Você tenta abraçar o mundo?

Getty Images
imagem: Getty Images

Descubra se você tenta dar conta de mais tarefas do que consegue a partir do teste elaborado com a colaboração da psicóloga Aline Pedroso, especializada em neuropsicologia pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo

  • Getty Images

    Não, deixa que os outros façam isso

    Suas respostas indicam que você está focado nas próprias necessidades e desejos. Além disso, não cria grandes expectativas acerca da sua realização pessoal, que seria um estímulo para tomar iniciativas nas mais diversas áreas da vida. "Quem não tem planos, sonhos ou desejos acaba deixando de tomar atitudes por não querer sair da zona de conforto", diz a psicóloga Aline Pedroso. A postura reforça a sensação de segurança, mas também limita o crescimento

  • Getty Images

    Esforça-se muito e não consegue

    Você até tem vontade de abraçar o mundo, mas não possui braços tão compridos assim. Por isso, vive com a sensação de que está deixando algo por fazer. "Como desejam resolver tudo ao mesmo tempo, pessoas com essa postura geralmente não têm foco, não são objetivas e não investem em um bom planejamento. A frustração é o resultado natural", diz a psicóloga Aline Pedroso. Para sair desse círculo vicioso, invista no autoconhecimento. "É essencial conhecer os seus limites", fala especialista

  • Getty Images

    Nem tenta

    Você sabe que ninguém é capaz de abraçar o mundo, por isso não desperdiça energia à toa. Aparentemente, sabe o momento de tomar a iniciativa e a hora de observar e aguardar. Age apenas quando percebe que será útil e quando o outro permite, sem invadir um espaço que não é seu. "Pessoas que se conhecem têm mais facilidade de manter o equilíbrio nas relações, sabem quais são os próprios limites e fazem questão de respeitá-los", diz a psicóloga Aline Pedroso

  • Getty Images

    Tenta abraçar o mundo dos outros

    Suas respostas indicam que você realmente tenta abraçar mais tarefas do que consegue dar conta, mas faz isso com uma boa intenção. Por se preocupar demais com aqueles que estão ao seu redor, até esquece de si mesmo. Porém, vale ficar atento: pode ser que esteja se prejudicando para ofertar uma ajuda desnecessária. "Quem deseja abraçar o mundo acaba agindo sem prestar atenção no outro. Muitas vezes nem pergunta se o outro quer ou precisa de ajuda antes de agir", diz a psicóloga Aline Pedroso

Topo