Comportamento

Que tipo de negociador é você?

Getty Images
imagem: Getty Images

Para alcançar o sucesso, saber negociar é fundamental, mas há várias estratégias que podem ser colocadas em prática, trazendo resultados diferentes. O teste elaborado com a colaboração de Simone Simon, especialista em negociação pela Harvard Law School, nos Estados Unidos, vai ajudá-lo a descobrir qual é a sua

  • Getty Images

    Exímio negociador

    "Negociamos para resolver um conflito ou solucionar um impasse. Para ser um bom negociador, é preciso ter habilidades de relacionamento e de comunicação desenvolvidas", afirma a especialista em negociação Simone Simon. E, ao que tudo indica, você tem essas qualidades. Além disso, sabe que uma boa negociação ocorre quando ambos os lados saem satisfeitos e comprometidos com o combinado. "A negociação não se encerra quando o acordo é fechado, mas quando o acordo é cumprido", fala Simone

  • Getty Images

    Aquele que só quer ganhar

    Aparentemente, você confunde negociar com tirar vantagem. "Muitas pessoas acham que a única forma possível de negociar é que aquela em que, para um ganhar, o outro precisa perder, mas essa é uma ideia equivocada. Negociar é uma forma poderosa de se relacionar com os outros", diz a especialista em negociação Simone Simon. Vale considerar ainda que iludir ou enganar o outro é um tiro que pode sair pela culatra. "Quem age assim pensa no curto prazo e inviabiliza parcerias futuras", fala Simone

  • Getty Images

    Não sabe negociar

    Suas respostas indicam que, na maior parte das situações, você abre mão de negociar, deixando que os outros decidam e sobrecarregando-se com responsabilidades que não são suas. Se estiver incomodado com essa situação, há tempo para mudar. "É preciso entender que negociar é uma forma efetiva de solucionar conflitos de maneira assertiva, além de ter consciência de que quase tudo é negociável. No mais, é fundamental praticar até dominar essa habilidade", diz a especialista em negociação Simone Simon

  • Getty Images

    Não abre mão de seu ponto de vista

    Muitas negociações são difíceis, cansativas e frustrantes. Não saber controlar as emoções nesses momentos delicados é algo que diminui muito as chances de sucesso, e esse parece ser o seu ponto fraco. Suas respostas também indicam dificuldade de ouvir e aceitar o ponto de vista do outro, o que é igualmente prejudicial. "O ideal é procurar várias soluções para um mesmo problema e manter o foco nos interesses comuns, em vez de bater o pé ou se mostrar intransigente", diz a especialista em negociação Simone Simon

Topo