Últimas de Estilo de vida

Aprenda como limpar cadeirão, carrinho e cadeirinha de bebê

Olivia Silveira

Do UOL, em São Paulo

As mães sabem que tudo o que entra em contato com o bebê, principalmente na altura da boca e das mãos, deve ser mantido limpo, o que inclui também os móveis mais usados pela criançada. Mas a forma como a limpeza é feita pode não ser tão eficiente ou, até, trazer prejuízos à saúde dos filhos. Isso porque alguns produtos podem ser tóxicos, causar alergias ou, simplesmente, não combater bactérias, vírus e fungos. De acordo com especialistas, as bactérias devem ser a maior preocupação, pois provocam diarreias agressivas, uma vez que as crianças pequenas ainda não têm o intestino maduro para combatê-las. Vírus e fungos são menos comuns de serem transmitidos pelas superfícies, mas também representam um risco. Veja, a seguir, sete dicas de médicos para higienizar carrinhos, cadeirões, cadeirinhas de carro e bebê conforto:

  • Getty Images

    Frequência

    Criança faz sujeira. Os pais não precisam se desesperar e sair limpando todos os móveis assim que o bebê é levado para outro ambiente. Higienizar os acessórios uma vez por semana é suficiente. "É importante limpar sempre que aparecer sujeira no tecido, mesmo se ainda não tiver passado uma semana. Os cadeirões, que costumam sujar mais, devem ser limpos diariamente", afirma a pediatra Mariana Nudelman, do Hospital Israelita Albert Einstein, de São Paulo.

    Imagem: Getty Images

  • Getty Images

    Cadeirão

    A limpeza dos cadeirões onde os bebês comem deve ser feita com mais cuidado, afinal, restos de comida podem ficar grudados, e o bebê encosta as mãos na bandeja e as leva à boca o tempo todo. "Como a cadeira tem superfícies plásticas, basta passar uma esponja com água e sabão. Se for uma sujeira mais resistente, ou se o bebê estiver doente e não puder correr riscos de contaminação, use álcool 70%", fala o pediatra e sanitarista Daniel Becker, do Rio de Janeiro.

    Imagem: Getty Images

  • Getty Images

    Carrinho e bebê conforto

    As partes de metal devem ser limpas com álcool 70%, que evapora rapidamente. Na hora de comprar os utensílios, prefira aqueles com tecido emborrachado, o que facilita a higienização. Se o assento não for destacável, use capas protetoras, que podem ser colocadas na máquina de lavar. "As pessoas se esquecem de limpar as rodas dos carrinhos, mas elas trazem toda a sujeira da rua para dentro de casa", diz Mariana, que aconselha o uso de álcool.

    Imagem: Getty Images

  • Getty Images

    Cadeirinha de carro

    Costuma ser o móvel infantil mais esquecido na hora da limpeza, mas também precisa de atenção, por conta da poluição a que é submetido diariamente no trânsito. "Para limpá-la, misture duas colheres de sopa de água sanitária em um litro de água e utilize como solução higienizadora em toda a cadeirinha", diz o pediatra e sanitarista Daniel Becker. Use um pano úmido com essa mistura a cada duas semanas, pelo menos.

    Imagem: Getty Images

  • Getty Images

    Produtos

    Se a sujeira é ruim para os bebês, alguns produtos de limpeza podem ser até piores, pois provocam alergias e irritações na pele sensível deles. Dê preferência a sabões neutros, biodegradáveis ou orgânicos, que já estão disponíveis no mercado. O álcool evapora rapidamente, por isso, também pode ser usado sem medo. Por mais que os acessórios estejam sujos, esqueça os produtos de limpeza mais fortes.

    Imagem: Getty Images

  • Getty Images

    Olho na etiqueta

    É muito importante ler as etiquetas ou conhecer as instruções de uso dos utensílios antes de limpá-los. Elas contêm informações sobre como lavar, quais produtos podem ser usados e, no caso de tecidos, informam se podem ser levados à máquina de lavar roupas e como devem ser secos. Esses cuidados vão garantir a durabilidade dos acessórios e a segurança dos pais na prevenção de contaminações.

    Imagem: Getty Images

  • Getty Images

    Vitamina "S"

    Apesar dos cuidados com a limpeza, sempre é bom lembrar que ambientes muito estéreis não são bons para o desenvolvimento da defesa das crianças. "A famosa vitamina 'S', de sujeira, é importante. O bebê tem que entrar em contato com pequenas doses, para ter o sistema imunológico estimulado. O contato com a sujeira gera uma memória imunológica no organismo, que vai prepará-lo para receber cargas maiores de vírus e bactérias. Crianças que ficam em ambientes muito estéreis tendem a ficar mais gravemente doentes", afirma Daniel.

    Imagem: Getty Images

Topo