Gravidez e filhos

Indiana de 70 anos dá à luz seu primeiro filho

AFP/Reprodução
Casal usou técnica de fertilização in vitro imagem: AFP/Reprodução

Nova Délhi, 10 Mai 2016 (AFP) - Uma indiana que deu à luz aos 70 anos disse, nesta terça-feira (9), que não é muito velha para ser mãe pela primeira vez e que agora sua vida está completa.

Daljinder Kaur deu à luz no mês passado um menino, depois de seguir um tratamento de fertilização in vitro durante dois anos junto ao seu marido, de 79 anos, em uma clínica de reprodução assistida do estado de Haryana (norte).

Casados há 46 anos, Kayr explicou que quase perderam a esperança de ter um filho e tinham de suportar a vergonha de não ser pais em um país onde a esterilidade é considerada, às vezes, um castigo de Deus.

"Deus ouviu nossas orações. Minha vida agora está completa. Cuidarei desse bebê sozinha. Sinto-me cheia de energia. Meu marido também é muito cuidadoso e me ajuda o máximo que pode", disse à AFP Kaur na cidade de Amritsar.

"Como queria tanto ter um filho, quando vimos a publicidade (da reprodução assistida) pensamos de tínhamos que tentar", falou.

Kaur disse que tinha 70 anos, dando uma idade imprecisa, como costuma ocorrer na Índia, onde muita gente não tem certidões de nascimento. Segundo um comunicado da clínica, ela tem 72 anos.

O bebê foi concebido com um óvulo e esperma do casal. Depois de pesar apenas dois quilos ao nascer, em 19 de abril, o pequeno Armaan se encontra agora "saudável e forte", disse a clínica National Fertility and Test Tube.

O marido de Kaur, Mohinder Singh Gill, que tem uma fazenda nos arredores de Amritsar, disse que sua idade não o preocupava e que Deus cuidará de seu filho.

"As pessoas se perguntam o que acontecerá com o menino quando morrermos, mas tenho fé em Deus. Deus é onipotente e onipresente, cuidará de tudo", disse à AFP.

Topo