Gravidez e filhos

Nove momentos que determinam sua identidade antes mesmo de você nascer

SPL
Você começa a mexer seus membros na fase das 11 semanas imagem: SPL

Mesmo antes de você respirar pela primeira vez, muito da sua aparência e dos seus comportamentos instintivos estão formados.

A maneira como você passa os nove meses se desenvolvendo de uma célula microscópica para um bebê humano influenciou no que você é hoje.

Veja abaixo nove momentos decisivos nesse processo:

Dia zero: o começo

Um entre 250 milhões dos espermatozoides de seu pai conseguiu navegar por uma perigosa jornada para alcançar o óvulo de sua mãe, dando início ao processo que te formou.

A gravidez semana a semana

Saiba como a gravidez evolui, semana a semana, e aproveite melhor os dias que antecedem o nascimento de seu bebê

Veja

A "planta" do projeto que resultaria na sua pessoa estava decidida desde a primeira célula. O esperma vencedor define seu gênero. Se ele contivesse um cromossomo X, você seria mulher. Se fosse um Y, homem.

O esperma e o óvulo, combinados, também criam uma novíssima coleção de genes.

Os efeitos desses genes foram se desenvolvendo ao longo de nove meses para criar um ser humano novo e único, você.

Seis dias: você sobreviveu ao primeiro round

Aos seis dias de idade, quando você era apenas um amontoado de células, passou por um teste crucial.

No útero da sua mãe, para continuar a se desenvolver, você precisava se implantar na mucosa que recobre a face interna do órgão. Mas mães são exigentes –um embrião precisa ser saudável para valer a pena ser nutrido pelos próximos nove meses.

Cerca de dois terços dos embriões falham nesse estágio ou logo em seguida e se perdem –muitas vezes, antes de suas mães saberem que ele existiu.

No seu caso, suas células liberaram sinais químicos que mostraram que você estava se desenvolvendo bem. E você foi ancorado no útero de sua mãe.


Quatro semanas: a formação da face

O formato de seu corpo, seus membros e suas feições mais reconhecíveis estão sendo formadas.

Nas próximas semanas, sua face se desenvolve à medida que 14 estruturas diferentes se juntam para formar a base de intrincadas camadas de tecido.

Faces humanas têm a mesma estrutura, mas nenhuma é exatamente igual a outra. Cientistas acreditam que possa haver centenas de mudanças no seu DNA que, sutilmente, formam as suas feições.

11 semanas: destro ou canhoto?

Você começa a mexer seus membros na fase das 11 semanas. E começa também a dar preferência a um lado em detrimento do outro. Pode começar, por exemplo, a esticar um braço mais do que o outro ou a sugar um dedo específico.

Nove de dez fetos se tornam destros --e um em dez escolhe o lado esquerdo. Menos de 1% é ambidestro, ou seja, usa confortavelmente os dois lados. Sua opção também está ligada, claro, aos seus genes.

12 semanas: impressão digital - uma em 7 bilhões

À medida que você continua a se mover no útero, protegido pelo líquido amniótico, outro traços únicos estão se formando.

As camadas de pele em volta dos dedos começam a enrugar, empurrando o líquido ao redor. Essa interação ajuda a moldar uma combinação única de arcos, espirais e loops da sua impressão digital.

Mesmo gêmeos idênticos têm impressões digitais levemente diferentes.

No final de 17 semanas, você tem um conjunto de dez impressões digitais que vão te diferenciar das outras 7 bilhões de pessoas no mundo.

14 semanas: sistema imunológico e afinidade com outras pessoas

Com o seu corpo tomando forma, você também vai desenvolvendo um sistema imunológico único.

Com 14 semanas, você produz o chamado antígeno leucocitário humano (HLA, na sigla em inglês), que ajuda o seu sistema imune a reconhecer bactérias e vírus.

Existem milhares de combinações possíveis de HLAs --que foram herdadas de seus pais. Uma teoria sugere que as proteínas HLA podem mudar seu aroma para outros adultos e que nós escolhemos um parceiro sexual com uma composição muito diferente de HLA, ou seja, de cheiro diferente.

Portanto, o seu sistema imunológico desenvolvido antes do nascimento pode ter alguns efeitos surpreendentes na vida adulta.

15 semanas: o quanto o seu cérebro é masculino?

Nesse estágio, você tem genitália masculina ou feminina, definida por uma dose de testosterona na oitava semana. Agora, uma segunda dose ajuda a formar seu cérebro.

Um feto masculino recebe uma grande carga de testosterona, criada em seu testículo. Já o feto feminino recebe uma dose bem menor, vinda da glândula suprarrenal.

Assim, aspectos da sua personalidade são conectados ao seu cérebro.

Exposição a altos níveis de testosterona pode contribuir a um comportamento "mais masculino", como assumir riscos.

28 semanas: vendo o mundo do seu jeito

Você está quase pronto para ver o mundo pela primeira vez. Dois olhos munidos com sensores de cor são formados, com pigmentos que podem detectar as ondas que uma luz produz, criando cores.

A maior parte das pessoas pode diferenciar 10 milhões de cores. Mas 8% dos homens e 0,5% das mulheres nascem com algum grau de daltonismo.

37 semanas: contagem regressiva para o nascimento

Em nove meses, você cresceu de uma célula para um trilhão ou mais. Seu tamanho ao nascer depende de fatores como gênero, raça ou genética.

Mas fatores externos --como a dieta da mãe, níveis de estresse e se ela é fumante ou não-- também influenciam.

Uma teoria que vem ganhando cada vez mais força é a de que o ambiente no útero pode alterar marcadores químicos no DNA, que controlam como os genes são ativados à medida que crescemos.

Há evidências de que seu peso ao nascer pode impactar aspectos da sua vida adulta, como índice de massa corporal e risco de diabetes.

Topo