Gravidez e filhos

Pais devem preferir produtos específicos para bebês na hora do banho

Rafael Roncato

Do UOL, em São Paulo

Logo nas primeiras semanas de vida do bebê, são comuns as dúvidas entre pais em relação ao que pode e não pode ser feito com a criança. E a higiene está entre essas preocupações: quais produtos usar na hora do banho? Nos seis primeiros meses, o uso de sabonete é o suficiente para lavar o corpo e a cabeça do bebê. A preferência deve ser dada para produtos neutros (sem cheiro ou com perfume suave) ou específicos para bebês, que possuem formulação mais leve do que os itens fabricados para adultos. Caso os pais optem por um sabonete comum, é importante observar o rótulo para saber se ele é neutro. Após o primeiro semestre de vida, os pais podem passar a usar xampus, e, a partir dos dois anos, condicionadores, sempre priorizando os cosméticos desenvolvidos para crianças. 

 

"Um dos principais cuidados que se deve ter é a preferência por sabonetes líquidos neutros, que podem ser usados no corpo e na cabeça", diz a pediatra Ana Paula Moschione Castro, diretora da ASBAI (Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia). Segunda ela, é recomendável também o uso de produtos de higiene que sejam destinados aos bebês e suas faixas etárias. Nesses produtos, os componentes são mais controlados, além de dermatologicamente testados, com menos química e, consequentemente, melhores para o bebê.

Para o dermatologista Fernando Passos de Freitas, o banho ideal para a criança nas primeiras semanas de vida é com sabonete neutro de glicerina e água morna, entre 36 e 37 graus. "O xampu pode entrar no banho da criança após o sexto mês e o condicionador por volta dos dois anos de idade", diz o dermatologista. 

Claudio Reingenheim, médico pediatra do Hospital Israelita Albert Einstein e do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, acrescenta que mesmo utilizando produtos neutros, alguns bebê podem apresentar reações ao produto. "Os pais devem estar atentos na hora do banho, notando se há alguma reação na pele da criança. Isso acontecendo, suspenda o uso e consulte o pediatra da criança", explica Reingenheim.

Topo