Infância

Escapadas de xixi diurnas não têm relação com o modo como os pais tiraram a fralda da criança

Thinkstock
Tipo de treinamento para deixar fraldas não tem influência em quadro de incontinência diurna imagem: Thinkstock

Nicholas Bakalar

Do New York Times

O tipo errado de treinamento de banheiro pode levar à incontinência mais tarde? Provavelmente não, conclui um novo estudo.

De um modo geral, os pais utilizam uma de duas técnicas. Na primeira, às vezes chamada de orientação dos pais, ocorre recompensa por bons comportamentos e punição por acidentes através da ausência de recompensa. Na outra, chamada orientação da criança, os pais esperaram até que a criança pareça estar pronta para o treinamento, o que geralmente ocorre em torno de 18 meses ou mais e, em seguida, elogiam seu sucesso e ignoram os acidentes.

A Academia Americana de Pediatria sugere a segunda técnica, mas até agora houve poucas pesquisas que apoiassem qualquer uma delas.

Os pesquisadores estudaram 58 crianças de quatro a 12 anos com sintomas de incontinência diurna, e as compararam com 147 crianças que não apresentavam esse problema. Os grupos eram semelhantes em termos de raça, renda e etnia, escolaridade dos pais, trabalho materno e tamanho da família.

O estudo, publicado on-line no dia 1º de novembro no periódico Clinical Pediatrics, não encontrou nenhuma associação entre a incontinência e o método pelo qual as crianças tinham sido treinadas a usar o banheiro.

"Eu vejo um monte de crianças com queixas de se molharem durante o dia, e crianças mais difíceis de treinar no uso do toalete – crianças de seis ou sete anos de idade", disse o autor sênior, Dr. Joseph Barone, professor de urologia da Escola Médica Robert Wood Johnson em New Brunswick, Nova Jersey.

"E os pais sempre se sentem culpados, pensando que treinaram seu filho de forma errada. Eu quero tentar tirar essa culpa dos pais."

Topo