Bebês

Pediatra dá dicas para deixar pratos favoritos das crianças mais saudáveis

Bruna Grillo/Divulgação
O pediatra Sérgio Spalter imagem: Bruna Grillo/Divulgação

Do UOL, em São Paulo

A maioria dos pais enfrenta uma verdadeira batalha diária para incluir alimentos saudáveis nas refeições dos filhos. De tanto ouvir as queixas dos cuidadores em seu consultório, o pediatra Sérgio Spalter, do Hospital Israelita Albert Einsntein, de São Paulo, passou a dar workshops em que ensina receitas para os adultos driblarem a costumeira falta de boa vontade das crianças em relação às frutas, verduras e legumes.

Segundo o especialista, pequenos truques podem tornar pratos, que fazem sucesso com o paladar infantil, mais ricos em nutrientes. "Um caminho é agregar ingredientes que tornem a comida mais saudável", afirma Splater.

O pediatra, por exemplo, criou uma versão caseira da tradicional pizza em que a massa é feita, meio a meio, com farinhas branca e integral e enriquecida com abóbora japonesa, cozida e amassada.

No preparo da pizza, Spalter ainda deu um jeito de incrementar o molho de tomate, colocando cenouras cozidas. A dica vale tanto para o molho caseiro quanto o industrializado. O preparo pode também acompanhar o espaguete, outro prato que é sucesso garantido com crianças. "Um molho branco pode ser enriquecido com inhame. Já fiz para várias crianças e elas não estranharam o sabor", diz.

Ricos em ferro e vitamina A, os temperos verdes, como salsinha e manjericão, podem ser usados para reforçar as comidinhas das crianças. "São melhores do que alho e cebola", fala o pediatra. Salsinha batida com azeite e temperada com sal a gosto pode ser pincelada sobre a pizza, que ganha mais pontos no ranking da alimentação saudável.

Outra ideia dada por Spalter é cozinhar um ou mais maços de espinafre em água e sal, bater no liquidificador e coar. Depois de esfriar, a mistura pode ser colocada em forminhas de gelo e ser usada no preparo das refeições das crianças em vez de caldo de legumes industrializado.

Para o médico, os pais devem dosar entre "esconder" vegetais em pratos que os filhos gostem, caso da pizza e do molho citados, e apresentá-los como são de fato nas refeições. "O importante é que a criança não deixe de se beneficiar dos alimentos."

Topo