Bebês

Massagem sem orientação médica pode piorar fimose em crianças

Getty Images
Aos três anos de idade, 90% dos meninos já não apresentam mais fimose imagem: Getty Images

Catarina Arimatéia

Do UOL, em São Paulo

A fimose –incapacidade de o prepúcio (pele que cobre a glande ou cabeça do pênis) se retrair– é uma condição normal nos primeiros meses de vida do bebê e que tende a desaparecer naturalmente até os três anos, na maioria dos casos. Aos pais de meninos, cabe esquecer a recomendação de acelerar esse processo com massagens ou exercícios, uma conduta considerada ultrapassada, hoje, pelos especialistas.

ENTENDA O QUE É A FIMOSE

  • Arte/UOL

Segundo Luciano Alves Favorito, chefe do Departamento de Urologia Pediátrica da SBU (Sociedade Brasileira de Urologia) seccional do Rio de Janeiro e professor da Unidade de Pesquisa Urogenital da UFRJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro), 90% dos meninos nascem com fimose, já que essa é uma proteção natural da glande. Aos seis meses, o número cai para 20%. Aos três anos, 90% dos garotos já não apresentam mais essa condição.

Como lidar

Segundo Favorito, os adultos que cuidam da crian $!$render-component.split('/')[$math.sub($render-component.split('/').size(), 1)]
Entre os problemas que uma massagem sem orientação profissional pode causar está a parafimose, que acontece quando a pele é puxada para trás e não consegue mais voltar sozinha.

Tratamentos

Quando o prepúcio não descola naturalmente, o médico pode indicar cremes à base de corticoides para ajudar no descolamento do prepúcio.

Na minoria dos casos, o tratamento tem indicação cirúrgica, mas o ideal é que a postectomia ou circuncisão (retirada do prepúcio), procedimento considerado simples, seja feita após a criança sair das fraldas. “O atrito entre o pênis e a fralda pode promover uma estenose, que é o estreitamento do canal por onde a urina passa”, afirma o urologista Arap, do Sírio Libanês.

$!$render-component.split('/')[$math.sub($render-component.split('/').size(), 1)]
Topo