Bebês

Depois de lavar, pôr bicho de pelúcia na geladeira afasta ácaros

Getty Images
No mínimo, a cada duas semanas, esse tipo de brinquedo deve ser lavado imagem: Getty Images

Valentina Figuerola

Do UOL, em São Paulo

Bichos de pelúcia são itens frequentes de decoração no quarto infantil. Também costumam ser a companhia preferida das crianças na hora de dormir. Mas o fato é que esses brinquedos acumulam pó e ácaros (denominação comum a várias espécies de pequenos aracnídeos, que podem parasitar o homem e animais domésticos), que desencadeiam e agravam alergias respiratórias preexistentes. Se não puderem ser evitados, conforme recomendam muitos médicos, precisam ser adequadamente higienizados e guardados para não causar danos maiores à saúde infantil.

Segundo o otorrinolaringologista Fabrizio Ricci Romano, o ideal é que a criança tenha o mínimo possível de bichos de pelúcia no quarto. “Mantenha apenas aquele que é o preferido dela. Se isso não for possível, faça um ‘rodízio’ dos brinquedos, para que somente um fique na cama e os demais permaneçam embalados em sacos plásticos dentro do armário”, afirma o médico.

Romano também aconselha a lavagem dos brinquedos com frequência. No mínimo, a cada duas semanas, com secagem ao sol, que ajuda a acabar com os ácaros. “Outra opção para eliminar os ácaros é passar na pelúcia aspiradores de pó potentes, com filtro Hepa (High Efficiency Particulate Air)”, diz o especialista.

Já o pediatra Alberto Wajnsztejn diz que é contra a presença de qualquer coisa que possa acumular pó, poeira e ácaros no dormitório da criança. “Por causa da grande quantidade de ácaros e dos níveis elevados de poluição das grandes cidades, não acho que valha a pena ter brinquedos de pelúcia no quarto”, declara.

Wajnsztejn explica que o aparelho respiratório das crianças se torna mais resistente a partir dos quatro ou cinco anos. “Após essa idade, talvez, possa haver algum brinquedo no quarto”, diz o pediatra, que também diz não acreditar na eficiência dos bichos de pelúcia antialérgicos, feitos de materiais sintéticos, como o poliéster, contra a proliferação de ácaros. “Não existe material que seja capaz de não agravar esse problema respiratório.”

Para Samy Moas, diretor da marca de brinquedos Buba, qualquer  bicho de pelúcia, incluindo os antialérgicos, precisam ser lavados periodicamente em casa, com sabão neutro, na máquina de lavar, ou em lavanderias especializadas. “Depois de lavados e bem secos, embale-os a vácuo e deixe de um dia para o outro no refrigerador. Isso também ajuda a eliminar os ácaros.”

Topo