Gestação

Pontos são mais seguros do que grampos nas cesarianas, diz estudo

Getty Images
Estudo foi realizado com 746 gestantes e mostrou que a sutura é a melhor opção imagem: Getty Images

Nicholas Bakalar

Do The New York Times

Em um novo estudo sobre a forma como as incisões da cirurgia cesariana são fechadas, pesquisadores concluíram que os grampos metálicos são mais rápidos, mas as suturas são mais seguras.

Os cientistas dividiram de forma aleatória 746 gestantes em dois grupos. Um grupo foi submetido à cesariana com o uso de suturas e o outro realizou o procedimento com o uso de grampos.

Foram excluídas mulheres com diabetes, lúpus ou HIV, histórico de uso de radiação no abdômen ou na pélvis, sensibilidade aos materiais usados no fechamento de incisões e usuárias contínuas de esteroides.

O estudo recebeu financiamento da Ethicon, empresa fabricante de suturas e foi publicado na edição de junho do periódico "Obstetrics & Gynecology".

A pesquisa descobriu que 10,6% das participantes que foram operadas com o uso de grampos tiveram complicações na incisão em comparação com 4,9% das que foram suturadas.

Após levar em conta os fatores idade, raça, número de cesarianas anteriores, bem como outros fatores, descobriu-se que a sutura estava associada a uma redução de 57% no risco de complicações na incisão.

"A gestante que vai realizar cesariana deve perguntar a seu médico qual método ele vai ultilizar", afirmou o Dr. Vincenzo Berghella, professor de ginecologia e obstetrícia da Faculdade de Medicina Sidney Kimmel, na Filadélfia (EUA).

"Se a resposta for grampos, ela deve questionar o uso. Está claro que as suturas vão causar menos complicações na incisão".

Topo