Infância

Estudo diz que leite de vaca pode aumentar nível de vitamina D

Getty Images
Leites alternativos ao de vaca não conseguem suprir a necessidade infantil de vitamina D imagem: Getty Images

Nicholas Bakalar

The New York Times

Muitas crianças tomam leite de arroz, amêndoas ou soja no lugar do leite de vaca, por razões como intolerância, alergias ou por preferência. Todavia, pesquisadores canadenses agora descobriram que as crianças que não bebem leite de vaca talvez não possuam níveis suficientes de vitamina D.

No estudo, publicado online no periódico "The Canadian Medical Association Journal", os cientistas mediram os níveis sanguíneos de vitamina D de 2.831 crianças com menos de seis anos. Aproximadamente 10% bebiam apenas outro tipo de leite que não o de vaca.

Os pesquisadores controlaram diversos fatores que podem influenciar nos níveis de vitamina D, como idade, sexo, peso, suplementos de vitamina D, pigmentação da pele e horário de brincar ao ar livre. Apesar disso, eles descobriram que as crianças que beberam apenas leite alternativo ao de vaca estavam três vezes mais propensas a possuir níveis de vitamina D inferiores a 20 nanogramas por mililitro –limite mínimo geralmente aceito como normal em crianças.

O  pediatra Jonathon L. Maguire, principal autor do estudo e pesquisador do hospital St. Michael, em Toronto, afirmou que os pais talvez prefiram oferecer algum leite alternativo ao de vaca por acreditarem que seja mais saudável, mas talvez estejam enganados. "No leite de vaca, a presença de vitamina D é garantida, mas isso talvez não se aplique a outros produtos". Entre as crianças que bebem os dois tipos de leite, cada xícara adicional de outros leites consumida estava associada a uma diminuição de 5% nos níveis de vitamina D.

Topo