Infância

Poluição diminui desenvolvimento cognitivo das crianças, diz estudo

Thinkstock
Testes mostraram que crianças expostas à poluição tinham desenvolvimento mais lento imagem: Thinkstock

Do UOL, em São Paulo

 

A poluição provocada pelo excesso de veículos causa diversos danos para o meio ambiente, no entanto, um novo estudo produzido pelo Centro de Pesquisa de Epidemiologia Ambiental da Espanha revelou que os poluentes também deixam o desenvolvimento cognitivo das crianças mais lento.

Durante um ano, os pesquisadores do centro realizaram três testes cognitivos para medir a memória e a atenção de 2.715 crianças do ensino primário, de 39 escolas de Barcelona, na Espanha.

Eles constataram que o desenvolvimento das crianças que frequentavam escolas nas quais estavam mais expostas à poluição do ar era mais lento do que o de alunos de instituições com pouca exposição aos poluentes.

Nos testes de memória, as crianças menos expostas à poluição tiveram uma melhora de desempenho de 11,5%. Já o resultado dos estudantes que tinham mais contato com a poluição foi de 7,4%.

Com base nos dados, publicados na revista científica americana "PLoS Medicine", os cientistas constataram que o cérebro das crianças é mais vulnerável à poluição, pois, nessa fase da vida, o órgão ainda não está completamente desenvolvido.

Os pesquisadores esperam que o estudo impulsione novas políticas para reduzir a emissão de poluentes por veículos. 

Topo