Gestação

Poluição causa danos cerebrais em crianças antes do nascimento

Getty Images
Gestantes e crianças pequenas são mais vulneráveis aos efeitos da poluição imagem: Getty Images

Nicholas Bakalar

Do The New York Times

 

A poluição do ar pode ser ruim para as crianças desde antes do seu nascimento, sugere um novo estudo.

Os pesquisadores estudaram a exposição aos HAPs (hidrocarbonetos aromáticos policíclicos), um tipo de poluição causada pela combustão de gasolina, óleo diesel, óleo para aquecimento residencial e carvão. Eles descobriram associações entre a exposição a essas substâncias durante a fase pré-natal e alterações na estrutura cerebral, déficit intelectual e problemas comportamentais na infância.

Os pesquisadores mediram as concentrações de HAPs no ar, no sangue e na urina de 40 gestantes no terceiro mês de gestação, bem como da urina de seus filhos, posteriormente. Eles acompanharam as crianças até a idade de sete a nove anos e realizaram exames de ressonância magnética em seus cérebros. Os resultados foram publicados no periódico "JAMA Psychiatry".

A camada externa da substância branca do hemisfério esquerdo diminuiu com a exposição aos HAPs. A quantidade de substância branca danificada estava diretamente associada a pontuações altas nos testes que avaliam os sintomas do transtorno de déficit de atenção e hiperatividade, entre outros problemas comportamentais.

A exposição alta aos HAPs e a deterioração da substância branca do cérebro também foram associadas a pontuações baixas nos testes que avaliaram rapidez de processamento e capacidade de absorver e responder a novas informações.

"Todas as pessoas estão expostas a essas substâncias. Gestantes e crianças pequenas são muito vulneráveis aos danos gerados pelo ambiente ao cérebro em desenvolvimento, e exposições como essas são passíveis de causar efeitos destruidores", afirmou Bradley S. Peterson, principal autor do estudo e diretor do Instituto para a Mente em Desenvolvimento do Hospital Infantil de Los Angeles.

Topo