Vídeos

"Filhos não devem ser usados como reféns em divórcio", diz papa Francisco

Ettore Ferrari/EFE
No discurso, o papa também comentou sobre os desafios de educar os filhos imagem: Ettore Ferrari/EFE

Da Ansa

 

O papa Francisco pediu nesta quarta-feira (20) que os pais separados e divorciados não usem os filhos como "reféns" para chantagear o ex-cônjuge.  

"Os filhos não são obrigados a carregar o peso da separação", disse o líder da Igreja Católica na tradicional audiência geral na praça São Pedro, no Vaticano, que novamente teve como tema a "família".

Em seu discurso, Francisco também comentou sobre os desafios de educar os filhos e relembrou um episódio de sua infância no qual disse um palavrão para uma professora, gesto que fez sua mãe ser convocada à escola. "Os pais não devem se excluir da educação dos filhos", recomendou.

"É difícil educar quando se vê os filhos sozinhos à noite, quando os pais voltam para casa cansados de tanto trabalhar", ressaltou o Papa.

Francisco afirmou que o "pacto educativo" entre família e escola foi rompido nos tempos atuais, nos quais especialistas assumiram o lugar dos pais na educação dos filhos. O Papa tem feito vários discursos sobre família, em vista do Sínodo dos Bispos que abordará o tema em outubro. 

Topo