Gravidez e filhos

Casal adota quatro filhas de amiga que morreu de câncer

Reprodução/YouCaring
Família irá expandir a casa para acomodar, com conforto, oito pessoas imagem: Reprodução/YouCaring

Do UOL, em São Paulo

 

A família Ruffino está com pouco espaço em casa, mas com amor de sobra. Laura e Rico Ruffino, que já eram pais de duas garotas, adotaram mais quatro meninas --filhas de uma amiga do casal, Elizabeth Diamond, que morreu em decorrência de um câncer no cérebro. A informação é do jornal americano "Daily News".

Laura e Elizabeth se conheceram quando tinham cinco anos e cresceram juntas. Elizabeth tinha 40 anos e era mãe solteira de quatro garotas (Lilyan, Ella, Samona e Tara, com idades entre cinco e 12 anos). Quando foi diagnosticada com câncer, em agosto do ano passado, ficou com medo de as meninas não terem para onde ir se ela morresse.

"Quando minha amiga estava morrendo, fiz duas promessas: falaria dela todos os dias para as filhas, para que elas pudessem conhecer e se lembrar da mãe, e a outra, que cada uma delas teria seu próprio quarto", contou Laura ao jornal.

Elizabeth morreu em abril e, imediatamente, a família iniciou o processo de adoção das meninas. A primeira promessa tem sido cumprida com facilidade, no entanto, a segunda ainda não foi concretizada, pela dificuldade em encontrar um espaço que acomode oito pessoas confortavelmente na cidade de Orchard Park, em Nova York, nos Estados Unidos.

Para receber as novas integrantes da família, as filhas de Laura, Grace e Isabella, cederam seus quartos para as novas irmãs. Enquanto Isabella dorme dentro do closet dos pais, Grace ocupa o escritório.

"Nós faremos dar certo. Todos os dias a gente faz com que a logística funcione", afirma Laura. Ela diz que tudo isso só é possível porque o marido, Rico, é muito companheiro e um ótimo pai.

Atualmente, a família ainda está um pouco apertada na casa onde vive, mas eles já fazem planos para expandir a área da garagem. "Podemos construir mais quartos e, quem sabe, fazer um espaço de jogos para as meninas, no porão. Planejo cumprir a promessa de dar um quarto para cada uma delas", falou ao “Daily News”.

Laura e o marido poderão contar com a ajuda do The Buffalo Wellness Center, instituição para a qual Elizabeth costumava fazer doações. Também foi criada uma página na internet para arrecadar dinheiro para a família Ruffino, que já contabiliza mais de US$ 60.000.

"Estou espantada com o tanto de carinho e generosidade que estamos recebendo. Sinto que tem a mão de Elizabeth em tudo isso. Estamos mais fortes como família", afirmou a mulher ao jornal.

Topo