Gravidez e filhos

Personagens gordinhos levam crianças a comerem mais, diz estudo

Reprodução/Nickelodeon
Patrick (centro) estimularia crianças a comerem mais doces imagem: Reprodução/Nickelodeon

Do UOL, em São Paulo

 

Desenhos animados com personagens mais gordinhos, como o Patrick, de "Bob Esponja", e Baymax, de "Big Hero 6", estão levando as crianças a comerem mais. É o que sugere um novo estudo publicado no periódico "Journal of Consumer Psychology".

De acordo com os pesquisadores, as crianças que veem atrações com personagens acima do peso estão duas vezes mais dispostas a consumir "junk food" (comidas pouco saudáveis) em comparação com as que assistem desenhos com figuras mais magras.

A descoberta deixou os pesquisadores da Universidade de Colorado, responsáveis pelo estudo, surpresos. Segundo a autora principal do artigo, Margaret Campbell, eles não esperavam que um personagem seria capaz de alterar o comportamento das crianças.

No primeiro experimento, 60 alunos da oitava série foram convidados a olhar um desenho impresso em uma folha e atribuir uma nota para a qualidade de uma impressora. Para a avaliação, alguns receberam uma imagem de um personagem gordinho, enquanto outros observaram personagens magrinhos.

Depois que as crianças responderam seus questionários, os pesquisadores agradecerem pela ajuda e ofereceram doces. As crianças que viram o personagem acima do peso comeram, em média, mais de três doces, enquanto as que olharam o mais magro ingeriram, aproximadamente, 1,55.

Um outro experimento, feito pela mesma equipe, provou que as crianças expostas aos dois personagens, um ao lado do outro, também acabaram comendo mais doces do que as que só viam o desenho magro.

Segundo Campbell, o estudo mostra que o impacto da televisão na alimentação das crianças é grande. Por isso, a especialista orienta os pais ou responsáveis a não oferecerem alimentos aos filhos enquanto assistem desenhos ou jogam videogame, pois as refeições não devem ser misturadas com outras formas de entretenimento.

Topo