Gravidez e filhos

Bebê quase morre após contrair herpes labial por um beijo na boca

Reprodução/Facebook
Brook teve bolhas nos lábios, nas bochechas e no queixo imagem: Reprodução/Facebook

Do UOL, em São Paulo


Uma bebê recém-nascida de Doncaster, na Inglaterra, quase morreu após contrair herpes labial por conta de um beijo recebido na boca. Após o susto, a mãe da menina, Claire Henderson, decidiu fazer um apelo usando seu perfil no Facebook. “Nunca deixe estranhos beijarem seu bebê, mesmo que não aparentem nenhuma doença”, escreveu ela, pedindo que a postagem fosse compartilhada para o máximo de pessoas.

A menina Brook apresentou bolhas nos lábios, nas bochechas e no queixo e precisou ser hospitalizada por cinco dias. Felizmente, Claire notou os sinais rapidamente e procurou socorro médico a tempo.

Ela afirmou que se sentiu no dever de alertar outros pais e mulheres grávidas sobre o fato de o vírus da herpes ser potencialmente fatal para bebês com menos de três meses, uma vez que eles ainda não adquiriram imunidade para lutar contra a doença.

O herpes do recém-nascido é considerado uma infecção grave que pode causar danos permanentes no cérebro, fígado e pulmões, podendo levar à morte.

A doença é caracterizada pelo aparecimento de pequenas bolhas na região da boca, que formam uma ferida. Os principais sintomas são dor, coceira, ardência e vermelhidão. O contágio se dá pelo contato com a lesão, por meio de beijo, ou de objetos infectados, como maquiagem, talheres e copos.

A postagem de Claire já foi compartilhada por mais 35 mil pessoas.

Topo