Gravidez e filhos

Inglesa vai a hospital com dor de estômago e descobre que está dando à luz

Reprodução/Daily Mail
Ben, Amanda e o bebê, Terrence, que nasceu com 35 semanas imagem: Reprodução/Daily Mail

Do UOL, em São Paulo

 

Amanda Jessup, 23, procurou o pronto-socorro do hospital William Harvey, em Ashford, no Reino Unido, após sentir o que achou que fossem "fortes cólicas estomacais" e ficou surpresa ao descobrir que estava em adiantado trabalho de parto. As informações são do jornal britânico “Daily Mail”.

À reportagem, Amanda disse que ficou em choque ao ser informada pela equipe do hospital que o bebê estava coroando. Ela havia passado mal no meio da madrugada, mas só procurou ajuda oito horas depois, quando não conseguiu mais suportar a dor.

Apesar de ter ganho quase 13 quilos em quatro meses, ela não imaginava estar com 35 semanas de gestação, porque tomava anticoncepcional e continuou menstruando normalmente.

Ela atribuiu as oscilações de humor que enfrentou durante a gravidez a uma possível depressão e imaginou que as dores nas costas que sentia fossem causadas por carregar muito peso em seu trabalho em uma loja.

Segundo Amanda, seus amigos chegaram a fazer várias insinuações de que ela estaria grávida ao ver que seu apetite havia aumentado muito, assim como sua cintura, mas ela não levou a sério.

Por ignorar a gestação, ela fez dieta para tentar perder peso e continuou com as noitadas regadas a bebidas alcoólicas.

Prematuro de oito meses, o bebê, Terrence, nasceu saudável, pesando 2,3 kg, e ficou apenas algumas horas na incubadora.

Desde que se tornaram pais, Amanda e o namorado, Ben Funnell, 24, decidiram morar juntos. Eles contam que receberam muitas doações dos amigos e da família.

Enquanto a maioria das mulheres costuma ter nove meses para se preparar para a maternidade, ela lamenta ter tido apenas 15 minutos.

Topo