Gravidez e filhos

Enfermeira chinesa amamenta bebê para acalmá-la durante cirurgia

Reprodução/Daily Mail
A bebê se acalmou enquanto mamava imagem: Reprodução/Daily Mail

Do UOL, em São Paulo

 

A enfermeira Li Baoxia tomou uma decisão incomum durante uma cirurgia em Guangdong, na China. Li, que é lactante, amamentou a bebê Wei Wei, de um mês, enquanto ela estava sendo operada de um abcesso anal.

Segundo o jornal inglês “Daily Mail”, a intenção da enfermeira era acalmar a criança, que havia recebido apenas anestesia local em virtude de sua pouca idade, e começou a chorar muito durante o procedimento delicado.

A atitude da enfermeira deu certo e a cirurgia de Wei Wei foi um sucesso.

O momento de ternura em que Li embalava e amamentava a bebê foi registrado por um membro da equipe médica que participava da cirurgia.

O pai da criança ficou bastante grato à enfermeira, que foi muito além de suas obrigações profissionais. De acordo com a reportagem, ele segurou suas mãos e disse: “obrigado, você não apenas curou minha bebê, mas também a amamentou. Como pai, não teria como agradecê-la. Você é um anjo”.

Ao cair em uma rede social chinesa, a foto gerou sentimentos controversos entre os internautas. Alguns ficaram tocados pelo gesto, mas outros questionaram se Li tinha o direito de amamentar a bebê de outra pessoa.

A prática da amamentação cruzada é proibida pelo Ministério da Saúde no Brasil. O problema, segundo a coordenadora da Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano, Danielle Aparecida da Silva, é o risco de transmissão de doenças infectocontagiosas, como HIV e hepatite.

Topo