Gravidez e filhos

Tomar Tylenol na gravidez aumenta risco de asma em crianças

Getty Images
Apesar de pequeno, risco preocupa imagem: Getty Images

The New York Times

 

Tomar Tylenol (paracetamol) durante a gravidez está ligado a um leve aumento no risco de asma nos filhos, constatou um novo estudo.

Pesquisadores noruegueses usaram dados de saúde de 95.200 mulheres, grávidas entre 1999 e 2008, e acompanharam 53.169 de seus filhos após o nascimento.

Após controlar várias características de saúde e comportamentais, descobriram que a exposição pré-natal ao Tylenol estava vinculada a um risco 13% maior de asma aos três anos de idade. O risco aumentava segundo a proporção em que a mãe tomava o remédio durante a gravidez.

Publicado no periódico "The International Journal of Epidemiology", o estudo pretendeu minimizar a possibilidade de o risco acentuado ter sido causado por uma doença em vez de o Tylenol em si. A associação persistia quer a mãe o tomasse para dor, febre, gripe ou qualquer outra infecção do trato respiratório.

"Tomando por base esse risco acentuado modesto, não há necessidade de se preocupar se uma criança foi exposta", afirmou a autora principal, Maria C. Magnus, do Instituto Norueguês de Saúde Pública. "Pode ser possível limitar a quantidade de Tylenol usada, mas as mães não devem ter medo de utilizá-lo quando necessário."

Segundo o Centro para Controle de Doenças e Prevenção dos Estados Unidos, 65% das grávidas tomam Tylenol.

Topo