Gravidez e filhos

Expor bebês com menos de 1 ano a amendoim diminui em 80% chance de alergia

Getty Images
Alergia a amendoim diminui com exposição ao alimento antes dos 11 meses imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

 

Oferecer produtos feitos com amendoim a bebês com menos de um ano diminui o risco de as crianças desenvolverem alergia ao alimento no futuro, afirma um novo estudo, publicado no periódico científico “New England Journal of Medicine”.

Na pesquisa, os cientistas analisaram 600 bebês com alto risco de desenvolverem alergias, que já apresentavam sintomas como eczema (inflamação na pele). 

O grupo foi dividido em dois, uma parte não consumiu o alimento e a outra recebeu pequenas doses de pasta de amendoim diariamente, antes de completar 11 meses.

Passados cinco anos, o grupo que recebeu o alimento apresentou uma redução de 80% no aparecimento de alergia a amendoim.

Um ano depois disso, 550 crianças continuaram sendo analisadas. Durante esse período, nenhuma delas consumiu o alimento, porém a proteção contra a alergia permaneceu no segundo grupo, causando surpresa aos estudiosos.

Segundo eles, é comum que o problema volte após longos períodos sem exposição ao agente alergênico.

Os médicos costumam recomendar que os pais evitem dar amendoim aos filhos antes do primeiro aniversário para minimizar os riscos. A partir desses resultados, muito já começaram a mudar suas recomendações.

Outros estudos precisam ser realizados para estabelecer quanto de pasta de amendoim precisa ser dado às crianças parar criar a proteção. Antes de adotar a medida, os cientistas indicam que os pais consultem um pediatra.

Topo