Infância

10 situações chatas com as quais as crianças podem aprender lições valiosas

Getty Images
Evite ao máximo sentir pena da criança se ela for deixada de fora de uma brincadeira; em vez disso, ajude-a a se integrar imagem: Getty Images

Beatriz Vichessi

Colaboração para o UOL

Ver o filho não ser convidado para uma festa ou ser excluído de uma brincadeira estão entre as situações chatas que os pais invariavelmente verão os filhos serem apresentados, à medida que eles crescem.

Como evitá-las é impossível e também não colabora para o desenvolvimento infantil, veja como ensinar a criança a superá-las.

1 – Ser deixado de lado pelos colegas durante uma brincadeira

Evite ao máximo demonstrar pena da criança. Outra atitude que não deve ser tomada é convidar o filho para brincarem só vocês. O melhor a fazer nesse momento é manter a calma e se juntar ao grupo na companhia da criança, para ajudar na integração.

2 – Não ser convidado para a festa de aniversário de um colega

A criança terá de entender que o aniversariante tem direito de chamar quem quiser para a comemoração. Além de explicar isso, deixe claro que ela também poderá escolher quem quer convidar quando for o próprio aniversário.

Por fim, explique que as pessoas tomam esse tipo de atitude por vários motivos. Têm um número de convidados fixos ou não têm muita amizade com todos da turma, por exemplo.

3 – Quebrar algo de valor da família

Se a criança descumpriu algum combinado –como não jogar bola na sala-- e por isso acabou quebrando alguma peça cara, é fundamental manter as regras estabelecidas. Qual era o acordo? Ficar sem assistir à TV por determinado tempo? Os pais também precisam, é claro, explicar que todos temos de arcar com consequências quando fazemos algo de errado.

4 – Apanhar de algum colega na pracinha ou na escola

Primeiramente, por ter sido machucada --ainda que de leve--, a criança precisa ser acudida e acolhida emocionalmente. Deixá-la chorar e abraçá-la é importante para que se sinta protegida. De maneira alguma minimize a situação, dizendo que não foi nada.

Feito isso, diga para ela que esse tipo de atitude é errada e que não devemos usar violência física em hipótese alguma para conseguir o que queremos, expressar sentimentos ou revidar --e que quando isso acontece, pedir desculpas é obrigatório.

5 – Perde em um jogo ou brincadeira

Nesse caso, a máxima “o importante é competir” precisa entrar em cena. Desde cedo, é fundamental que as crianças aprendam que, quando estamos em uma competição, queremos vencer, é claro, mas só existe um vencedor. Então, precisamos aprender a desfrutar do momento, curtir a disputa e nos divertirmos. Ainda assim, estimule-a sempre a se esforçar e buscar novas estratégias para ter um desempenho melhor nas próximas vezes.

6 – Mudar de escola ou de casa

Reforce a oportunidade interessante de fazer novos amigos em breve. Porém diga que é preciso um tempo para conhecer as pessoas e se aproximar delas por afinidade.
Para ajudá-la nessa tarefa, é interessante que os pais busquem conhecer os pais das outras crianças e se aproximem deles. Para isso, vale convidar a família vizinha para lanchar em sua casa ou propor um passeio todos juntos.

7 – Ser o único que não sabe o segredo de um dos amigos

Explique que todos temos direito à privacidade e que podemos escolher com quem queremos dividir nossos segredos. É importante deixar claro para a criança que uma atitude como essa não significa que o amigo não gosta dela, mas que dessa vez decidiu não compartilhar algo.

8 – Cair e ser alvo de piada dos amigos por isso

Depois de acolhê-la, explique que é normal se atrapalhar e cair. É um acidente que pode acontecer com qualquer um, inclusive com adultos. Depois, ouça o que ela tem a dizer, pergunte se ela acha certo o que os colegas fizeram com ela e deixe-a falar.

9 – Não ir a um passeio da escola em função de os pais estarem sem dinheiro

É importante falar a verdade, por isso explicar o motivo é válido, ainda que seja uma questão delicada. Apresente outras alternativas, como fazer um passeio com a família ou um programa diferente no dia que os colegas estiverem no da escola.

10 – Tirar nota baixa mesmo tendo estudado muito

É preciso explicar a ela que é normal isso acontecer algumas vezes e que o resultado ruim não define a capacidade dela. Ofereça ajuda para elaborar um novo plano de estudo e conversar com o professor para perguntar como ela pode melhorar.

Consultoria: Cilene Ferrari, psicopedagoga e coordenadora pedagógida da Escola Villare, em São Caetano do Sul (SP); Vera Regina de Mello, coordenadora pedagógica da Dreamkids Berçário e Educação Infantil, e Paula Kesselman, coordenadora pedagógica do Mamusca, ambos em São Paulo (SP).

Topo