Gravidez e filhos

Você é uma mãe superprotetora?

Proteger excessivamente os filhos pode até ser um sinal de amor e preocupação, mas isso não significa que seja bom para eles. Faça o teste para saber se você está exagerando.

  • Thinkstock
    [[pts]] de 72 pontos

    Mãe doce-de-leite

    Um grude. Você sufoca o seu filho, pois acha que esse excesso de cuidado é amor. Isso pode trazer alguns problemas, como ser motivo de piada na escola, fato que refletirá em sua personalidade na vida adulta, ou, quando adolescente, ele se volte contra você. Aprenda que o seu papel é mostrar que está ao lado dele. É impossível e pouco saudável tentar protegê-lo de tudo

  • Thinkstock
    [[pts]] de 72 pontos

    Mãe cajuzinho

    Como o doce, você é de extremos, afinal, quem come cajuzinho ou gosta ou não gosta (e pronto!). Você é radical demais consigo mesma. Vive muitos conflitos internos e sempre se pergunta se é mesmo uma boa mãe. Se você acha que o seu filho não percebe, está enganada. Sua indecisão passa para ele, que pode crescer inseguro. Ao invés de perder tempo com tanta ansiedade, curta mais a vida com ele. Solte um pouco as rédeas. Os dois se beneficiarão

  • Thinkstock
    [[pts]] de 72 pontos

    Mãe sorvete

    Você procura bastante informação, mas gela na hora de deixar a emoção rolar. Lê tudo o que puder, pesquisa e consulta especialistas antes de decidir o que é melhor para os filhos. Relaxe um pouco mais. Aproveite o tempo com o filhote e não se preocupe tanto com teorias. A prática é a melhor escola

  • Thinkstock
    [[pts]] de 72 pontos

    Mãe brigadeiro

    Uma delícia. Você ama o seu filho, sabe disso e faz com que ele se sinta amado e que o ame. Apesar disso, tem consciência de que ele precisa passar por algumas experiências sozinho, mas garante que ele saiba que você sempre estará por perto, quando ele precisar.

Topo