Gravidez e filhos

Você expõe seu filho na internet?

Getty Images
imagem: Getty Images

Muitos pais gostam de compartilhar momentos especiais dos filhos nas redes sociais. Mas o excesso de exposição pode colocar a criança em risco. Faça o teste a seguir e avalie se você está se comportando de forma adequada on-line

  • Getty Images

    Expõe demais

    Você se derrete a cada vez que o seu filho faz alguma gracinha e não hesita em registrar os momentos especiais, para depois poder compartilhar com o máximo de pessoas. Porém, conforme alerta Miriam von Zuben, analista de segurança do CERTBR (Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil), é preciso cautela. "Aquilo que para os pais é inocente pode gerar constrangimento à criança, tanto no presente quanto no futuro", afirma a especialista. "Além disso, expor a rotina do filho pode favorecer a ação de criminosos"

  • Getty Images

    Nem sempre tem bom senso

    Você não se importa em compartilhar imagens do seu filho nas redes sociais, mas evita expor a criança em situações mais íntimas, como no momento do banho. Ainda assim, deixa escapar alguns detalhes que podem colocar a segurança da criança em risco: faz check-in nos locais em que vai com ela e publica fotos com o uniforme da escola. "Vale saber que fotos feitas e postadas com celular costumam guardar as coordenadas geográficas de onde foram tiradas. Assim, facilmente, alguém mal-intencionado poderá se apresentar como um conhecido e ir até o local frequentado pela criança", diz Vivaldo José Breternitz, coordenador da Faculdade de Computação e Informática da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo

  • Getty Images

    Sabe preservar a intimidade da criança

    Seu perfil nas redes sociais é privado e, quando publica algum conteúdo sobre seu filho, você ainda seleciona quem poderá acessá-lo. De acordo com o psicólogo Rodrigo Nejm, diretor de educação da Safernet Brasil, entidade que combate crimes e violações aos direitos humanos na internet, essa é uma boa estratégia para evitar colocar a segurança da criança em risco. "Mesmo quando disponibilizamos o conteúdo só para a família, é bom usar as ferramentas de privacidade. Afinal, familiares têm amigos, que também poderão compartilhar o conteúdo", diz. "Não dá para controlar 100% quem tem acesso às informações publicadas", fala. Então, vale continuar assim!

  • Getty Images

    Supercuidadoso!

    O medo de colocar a segurança do seu filho em risco é tão grande que você não posta, absolutamente, nenhuma informação a respeito dele nas redes sociais, sequer uma foto. A preocupação é válida, mas pode ser flexibilizada. "Publicar uma ou outra foto com o rosto da criança para que os colegas e familiares tenham acesso não é perigoso", afirma o psicólogo Rodrigo Nejm. Segundo o especialista, se a imagem não for constrangedora para a criança e não entregar sua localização e rotina, não há problema algum

Topo