Gravidez e filhos

Você está preparado para o segundo filho?

Getty Images
imagem: Getty Images

Condições emocionais, afetivas e financeiras pesam na hora de decidir se é hora de ter um segundo filho. Para descobrir se você está preparado, faça o teste, elaborado com a consultoria da psicóloga Dalka Ferrari, membro da diretoria do Instituto Sedes Sapientiae, e reflita sobre a questão

  • Getty Images

    Não, está totalmente despreparado

    Aparentemente, você idealiza a nova situação familiar e a mudança que ocorrerá a partir do nascimento do segundo filho. Tem a impressão de que tudo será muito fácil, apenas porque já adquiriu alguma experiência, mas é preciso dosar as expectativas e preparar-se adequadamente. "Encare esse novo filho como uma descoberta e um aprendizado, pois, ainda que o tratamento dado a ele seja o mesmo do primeiro filho, as reações poderão ser bem diferentes", afirma a psicóloga Dalka Ferrari

  • Getty Images

    Não, precisa se organizar melhor

    Você já sabe o impacto que um filho tem na vida do casal e da família, porém, não está conseguindo dimensionar as novas responsabilidades que uma nova criança pode trazer, em todos os sentidos. Isso não quer dizer que não deva dar esse passo, mas talvez seja prudente esperar um pouco mais. "Se não houver um planejamento adequado e a rotina já estiver tumultuada, a chegada de um filho vai acentuar os problemas que já existem. Com isso, as relações tendem a deteriorar-se", diz a psicóloga Dalka Ferrari

  • Getty Images

    Sim, está preparado

    A chegada do segundo filho está sendo cuidadosamente planejada pela família e isso faz toda a diferença. "Uma criança que foi programada é sempre aceita com mais otimismo e motivação", diz a psicóloga Dalka Ferrari. O segundo filho provavelmente trará mais responsabilidades e uma carga adicional de trabalho, mas você está ciente disso e muito mais capacitado para lidar com eventuais frustrações. Graças a essa bagagem, vai aproveitar a oportunidade de exercitar a maternidade ou a paternidade com plenitude

  • Getty Images

    Não, precisa rever sua motivação

    Ao que parece, você não tem o desejo genuíno de aumentar a família. Talvez esteja precisando cuidar de si mesmo antes, por sentir-se esgotado com a criação do seu filho e não há nenhum problema nisso. Afinal, o momento certo para dar esse passo é quando você se sentir realmente preparado. "Não se deixe levar pela pressão e pela expectativa dos outros. O ideal é que a chegada de um filho seja sempre bem planejada", afirma a psicóloga Dalka Ferrari

Topo