Horóscopo

Céu de abril de 2013: mês promete ser mais calmo e previsível

Barbara Abramo

Do UOL, em São Paulo

 

Em paralelo às oscilações de março, o mês de abril promete ser bem mais previsível. Pelo menos na primeira quinzena, quando a minguante lunar em Capricórnio faz um apelo, a partir do dia 3, para uma reflexão mais realista e ponderada sobre os arroubos, ultimatos e ousadias de março. Quatro astros em Áries, signo apaixonado e tempestivo, certificam uma fase de inovação, mas que requer um pouco de lógica, realismo e disciplina dos que querem fazer o parto de soluções inovadoras.

Saturno continua seu retrocesso em Escorpião, dando margem a revisões de leis e abordagens cautelosas e prudentes do Governo Federal, especialmente em relação à Câmara e Senado --tendência que perdura até fim do primeiro semestre, aliás.

O momento mais importante de abril, para plantar novas avenidas para a economia nacional, ocorre na lunação em Áries no dia 10 e nos dez dias subsequentes. Para o governo federal, é a chance de fazer escolhas, valorizar este ou aquele recurso natural. Como o governo brasileiro poderia se destacar na economia? Reforçando medidas em prol de uma energia mais eficiente e consistente com as demandas do pais. Além da energia, um tema relacionado a Urano, também mudanças e inovações em relação às Forças Armadas, um tema de Áries. Marte em Áries sinaliza o destaque para as Forças Armadas durante o mês.

Outro tema importante em abril para o Governo Federal: engatar ou reforçar políticas educacionais, que visem a renovação e aprimoramento do ensino básico; melhorar a comunicação com os governos estaduais, estabelecendo pontes de cooperação realmente efetivas, e, finalmente, renovar e implementar mudanças nas assessorias de comunicação da presidência da república.

É possível que na segunda semana de abril o Brasil se veja envolvido em querelas menores com países vizinhos --algo que pode ter certo alarde na mídia, sem a correspondente expressão nas relações internacionais.

Na segunda quinzena, Sol, Vênus e Marte em Touro sinalizam uma tendência pronunciada para a consolidação e o senso prático, então as negociações ganham espaço e serão valorizadas. Vênus em Touro é um sinal feliz para as artes nacionais --com destaque para a música e também o artesanato de nossa gente tão criativa. Ganha ênfase e valorização a política de gerenciamento de recursos naturais. Por volta da Lua crescente em Câncer, em 18 de abril, a ênfase em realização e produtividade aumentam bastante e as oposições começam a se movimentar, obrigando o governo federal a mais movimento e rapidez nas respostas.

Finalmente, chega o eclipse lunar em Escorpião, com o Sol já em Touro, em 25 de abril. Momento de deixar o passado e os comportamentos viciados para trás. Escorpião, sendo o signo que domina a cena política nacional, por caracterizar sempre o governo federal, destaca a atuação da presidente Dilma Rousseff que, inovando, não tem nada a temer. 

Eclipse lunar sempre é um sinal de que é bom desapegar, deixar para trás e ir adiante, além do batido para conquistar novas paisagens e oportunidades. Com isso em mente, o eclipse lunar será bem aproveitado por todos.

Abril finda com um clima bem mais claro e estabelecido tanto para os estados quanto para o governo em Brasília. Sem dúvidas, Dilma tem condições, com seu Sol em Sagitário, de ter o suficiente jogo de cintura para surfar nas ondas desafiadoras do eclipse lunar e fechar o mês com persistência e senso prático.

Topo