Horóscopo

Céu de fevereiro de 2014: adie planos e gastos vultuosos para o fim do mês

Barbara Abramo

Do UOL, em São Paulo

Mês favorável para aplicar novas soluções à vida cotidiana, fevereiro começa sob a vibração sociável e ativa de Aquário, o signo que privilegia as equipes, os grupos e as associações em detrimento dos interesses individuais. Signo ascendente do Brasil, também promove mais hospitalidade, reforçando a engenhosidade e a improvisação.

Breque na economia
Na contramão, a tensão entre Júpiter, Vênus e Urano promete manter a economia e as finanças em ritmo de gangorra no começo do mês. Prepare-se para novidades como a formação de novos grupos e conglomerados, que direta ou indiretamente terão impacto em nosso dia a dia, como nas compras de supermercado, na correção de salários, nos planos de carreira das empresas e nas viagens turísticas internacionais.

Foi justamente sob esta condição astral tensa que aumento a alíquota do IOF (Imposto sobre operações financeiras) incidente nos pagamentos em moeda estrangeira feitos com cartão de débito, saques em moeda estrangeira no exterior, compras de cheques de viagem (traveler cheque) e carregamento de cartões pré-pagos com moeda estrangeira. Dentre nossos países amigos e vizinhos, como Argentina, também se faz notar o impacto deste cenário astral turbulento.

Decisões práticas e realistas podem e devem ser tomadas a partir de 6 ou 7 de fevereiro. É o melhor momento para analisar decisões passadas, no intuito até de rever algumas e de priorizar gastos e recursos. A Lua crescente em Touro, que acontece na tarde do dia 6, traz algum evento que nos fará refletir sobre o tempo, a vida que levamos e o que é mesmo importante.

Como a tensão astral só inicia sua curva descendente no fim do mês, vale a dica de adiar projetos, empreendimentos e gastos vultuosos, pois haverá muito "diz que diz" e, provavelmente, revisão de regras e decisões tomadas nos últimos dois meses.

Trânsito e os caminhos
Mercúrio, astro de comunicação e expressão, tão importante para o trânsito das cidades e que diz muito sobre estradas, ruas e caminhos em geral, entra em retrogradação. Associado a Netuno nos primeiros dias de fevereiro, Mercúrio ainda indica extravios de documentos, fofocas e problemas nas estradas e ruas.  

Há probabilidade de greves, distúrbios e caos no trânsito, assim como bloqueio nas estradas e ruas. Podem ser relacionado a grandes construções ligadas a esportes e Copa do Mundo, temas governados por Júpiter.  Nada de novo, portanto, em relação ao mês anterior. Porém, a dimensão destes eventos tende a ter mais impacto neste mês. Também na segunda quinzena, deve haver uma diminuição do turismo internacional.

Clima e a saúde
Todo mês de fevereiro promete ser mais úmido do que janeiro, mas, com as águas, chegam as doenças tropicais, que tendem a se disseminar por todo o mês. Portanto, é bom que cada um de nós levemos a sério as precauções cabíveis. Ventanias, descargas elétricas, apagões, queda de energia e alagamentos tendem a ocorrer entre 12 e 15 e, depois, mais para o fim de fevereiro, após a Lua minguante, que ocorre no dia 22.

Cultura
Felizmente, para quem saboreia as artes, os espetáculos de qualidade, shows e exposições, o mês promete ser intenso, bonito e interessante. Tanto artistas estrangeiros quanto nacionais terão um bom mês, de atividade intensa e variada, com mostras únicas e originais, no fim de fevereiro. Entre 13 e 15 de fevereiro, competições esportivas e torneios podem ser muito animadores e, daí em diante, o Brasil se beneficia nestes campos, como informa a passagem de Mercúrio e do Sol sobre o ascendente do país.

No fim de fevereiro, cinema, TV, propaganda e música têm seu momento de expressão maior.

Topo