Horóscopo

Céu de outubro de 2016: tempo de pacificação de conflitos no governo

Getty Images

Barbara Abramo

A crescente lunar em Capricórnio dá o tom do início do mês, impulsionando a eleição de candidatos mais conservadores e comprometidos com a máquina administrativa. O astral também favorece iniciativas na administração pública e anuncia o fortalecimento de grupos econômicos e políticos internacionais, que terão um papel mais relevante no cenário brasileiro neste último trimestre de 2016. É também na primeira semana do mês que se concentram vários aspectos astrológicos importantes: alguns anunciam acordos e pacificação de conflitos em áreas delicadas do governo, enquanto outros apontam excessos de empáfia e promessas vãs. A relação entre as Câmaras, o Senado e a Presidência passará por altos e baixos desde o início de outubro. Sol e Saturno anunciam negociações sobre os temas ligados à educação e à reforma do ensino, algo explosivo e que pode não dar em nada no atual governo.

OUÇA ABAIXO AS PREVISÕES PARA OS SIGNOS, POR BARBARA ABRAMO

Até a Lua cheia em Áries, no dia 16, oscilações no campo político e econômico devem ocorrer, incluindo discussões e desentendimentos, principalmente entre 13 e 15. Também estão previstos impasses políticos e negociações duras nos dias 15 e 16. Mas, da Lua cheia em diante, toma a dianteira um assunto importantíssimo para nós: as riquezas naturais do Brasil. Petróleo, recursos minerais, bens e insumos estarão no centro das preocupações, levando a acordos um tanto disparatados e exagerados, mas que, depois, poderão ser ajustados, lá por meados de dezembro.

O Governo Federal ganha destaque a partir da terceira semana. Tudo o que for feito, decidido e veiculado pelos representantes dessa esfera governamental poderá ser mais debatido e comentado, causando reações de grupos contrários. O Sol em Escorpião, a partir do dia 22, também enfatiza a atuação do presidente Michel Temer, que terá pela frente a tarefa de apaziguar grupos econômicos com promessas de longo prazo, conforme Vênus e Saturno adiantam, nos dias 25 e 26.

A partir do dia 18, Vênus estará em Sagitário, um signo que enfatiza o direcionamento, a ética e as leis, favorecendo acordos e parcerias com outros países. Em comparação com setembro, outubro será um mês mais movimentado, com ações e decisões mais focadas, conectadas com o futuro e a realidade.

A data mais importante para o Brasil é a Lua nova em Escorpião, que acontece no último dia do mês. Ela vai ativar poderosamente a área astral da reputação e da voz de comando do Governo Federal. A partir daí, ou seja, em novembro, teremos ainda mais ênfase nos desdobramentos do comando central do país. Temer e seus ministros terão de prestar contas para a sociedade, e também para outros países, de promessas e acordos firmados no passado. Por isso, novembro pode ser um mês bastante movimentado e criativo para os brasileiros.

Outubro é, ainda, um mês propício para as iniciativas culturais, artísticas e sociais. O período está recheado de aspectos positivos para o desenvolvimento dessas áreas.  

OUÇA O HORÓSCOPO DO MÊS DE ÁRIES: 

OUÇA O HORÓSCOPO DO MÊS DE TOURO:

OUÇA O HORÓSCOPO DO MÊS DE GÊMEOS:

OUÇA O HORÓSCOPO DO MÊS DE CÂNCER:

OUÇA O HORÓSCOPO DO MÊS DE LEÃO:

OUÇA O HORÓSCOPO DO MÊS DE VIRGEM:

OUÇA O HORÓSCOPO DO MÊS DE LIBRA:

OUÇA O HORÓSCOPO DO MÊS DE ESCORPIÃO:

OUÇA O HORÓSCOPO DO MÊS DE SAGITÁRIO:

OUÇA O HORÓSCOPO DO MÊS DE CAPRICÓRNIO:

OUÇA O HORÓSCOPO DO MÊS DE AQUÁRIO:

 

OUÇA O HORÓSCOPO DO MÊS DE PEIXES:

Topo